Diversos artistas, todos ligados à esquerda participaram, nesta terça-feira (23), de um ato de campanha a favor do candidato do PT Fernando Haddad, na Lapa, no Rio de Janeiro. No entanto, o que eram para ser apenas ações de apoio também se transformaram em crítica direta ao Partido dos Trabalhadores pelas palavras do rapper Mano Brown.

Também falando sobre os riscos da derrota, o líder dos Racionais MCs, em seu discurso, afirmou que o PT não está sabendo falar a língua do povo, que “falar bem do PT para a torcida do PT é fácil”, mas que existe uma multidão que não estava lá que deveria ser conquistada.

Publicidade
Publicidade

“A comunicação é a alma", falou o líder dos Racionais, fazendo referência ao que classificou como "falta de comunicação" e sentenciando que se se o partido não conseguir "falar a língua do povo", sairá derrotado na eleição do próximo domingo.“Se não souber entender o povão, já era”. A fala de Brow provocou a ira de parte das pessoas presentes ao evento de campanha e ele chegou até mesmo a ser vaiado. Ele não se intimidou com as vaias e reforçou que essas são as suas ideias, que não foi lá para ganhar voto e que acha que a eleição já está decidida. “Se errou, tem que pagar mesmo”, cravou. Após discursar, ele se retirou do palco e deixou o evento.

Publicidade

Caetano Veloso defende

Outro artista presente ao evento foi Caetano Veloso, que logo após a o discurso de Mano Brown tomou a palavra para defender o rapper, afirmando que as palavras dele são muito importantes "porque trazem a complexidade do nosso momento”. Caetano afirmou ainda que há décadas o país tem sido bombardeado pelo que ele chama de "imbecilização planejada" e que era necessário lutar contra isso.

Chico Buarque, outra figura carimbada nas campanhas petistas, também demonstrou apoio à fala de Mano Brown e, confiante, diz que ainda acredita em uma virada no segundo turno. “Vai ser difícil, mas eu ainda acredito ser possível”, disse.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições PT

Haddad diz que compreende

Já no final do evento foi a vez do candidato petista Fernando Haddad discursar. Ele comentou a fala do rapper afirmando que compreende e que há pessoas na periferia que estão revoltadas com tudo que está acontecendo e defendeu o diálogo com elas. “Essas pessoas, nós precisamos abraçar daqui para domingo”, afirmou o ex-prefeito de São Paulo. “Nós precisamos sentar para conversar. Eles não são nossos inimigos”, completou, que na pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo Ibope aparece com 43% das intenções de votos válidos, contra 57% de Jair Bolsonaro, do PSL.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo