Em um ato realizado num comitê de lançamento da candidatura do petista Fernando Haddad à Presidência da República em Fortaleza, no estado do Ceará, o recém-eleito senador Cid Gomes (PDT-CE), se referiu à situação da candidatura do postulante do Partido dos Trabalhadores (PT), com críticas dirigidas ao proferir seu discurso na capital cearense. O discurso de Cid ocorreu na noite desta segunda-feira (15). Cid é irmão do candidato derrotado ao Palácio do Planalto, Ciro Gomes.

Publicidade
Publicidade

Vale ressaltar que o segundo turno da eleição presidencial tem na dianteira das pesquisas de intenção de voto o candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro, seguido do petista Fernando Haddad.

Discurso polêmico em comitê petista

Ao se manifestar perante à plateia repleta de petistas e apoiadores da campanha à Presidência de Haddad e Manuela, o irmão de Ciro Gomes proferiu uma série de críticas ao PT e à campanha do partido à Presidência da República.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições PT

Segundo o senador recém-eleito pelo Ceará, o PT "vai perder feio a eleição presidencial", ao alavancar os equívocos cometidos pelo partido que, segundo Cid gomes, seriam "merecidos", em se tratando do período em que a sigla esteve à frente da Presidência da República. Cid chamou ainda os petistas no evento de "babacas" e afirmou que "Lula está preso".

Cid Gomes foi ainda mais longe, ao denotar que o PT "teria que fazer uma mea-culpa, pedir desculpas, ter humildade e reconhecer que teriam feito muita besteira".

Publicidade

ele insinuou ainda, que o partido não reconhece os próprios erros e que irá perder a eleição, principalmente, em face ao aparelhamento do Estado brasileiro e as repartições públicas, já que, de acordo com Cid, "acharam que eram dono de um país e o Brasil não aceita ter dono, pois, é um país democrático", sendo em seguida, vaiado pelo público presente ao evento de lançamento da candidatura de Fernando Haddad, na capital cearense.

Entretanto, antes de se manifestar no evento partidário realizado num hotel de Fortaleza, Cid Gomes havia proferido elogios ao postulante do PT ao Palácio do Planalto.

Cid havia sido bastante aplaudido ao afirmar que vota em Haddad "com muito prazer", segundo o senador eleito do PDT. O problema entre o senador cearense e a plateia petista se deu, principalmente, quando o mesmo começou a pedir que o PT fizesse um reconhecimento de seus erros, durante o período em que o partido comandou o país.

Cid lembrou ainda à plateia que chegou a fazer um convite à ex-presidente Dilma Rousseff, para que fosse candidata pelo Senado no Ceará, mas que o pedido fora recusado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Publicidade

Dilma acabou sendo candidata ao Senado, por Minas Gerais, mas perdeu a eleição.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo