Uma frase pode resumir a atual primeira-dama Michelle Bosonaro, a mulher dos bastidores. Essa frase distingue bem Michelle em diversas situações da vida, como eventos de família, o papel na campanha do marido, o presidente eleito Jair Bolsonaro e também a função que exerce na igreja evangélica.

Aparecendo pouco publicamente, Michelle Bolsonaro preferiu adotar a discrição e não trabalhou na linha de frente da campanha presidencial. No entanto, segundo os amigos mais próximos, a primeira-dama está sempre atuante no tange a solidariedade.

Ela é vinte e sete anos mais jovem que o marido. Jair Bolsonaro tem 63 aos e a esposa tem 36. Mas, o que chama atenção é o jeito reservado que Michelle possui.

Ela nasceu na capital brasileira, em Brasília. Com um gosto simples, Michele não costuma usar roupas extravagantes, não é de frequentar festas. Evangélica, tem um jeito rigoroso de lidar com as duas filhas: Letícia, de 16 anos, fruto de uma relação anterior e a caçula Laura, de 8 anos, filha do atual presidente eleito o país.

Michelle tem envolvimento em algumas causas de pessoas portadoras de necessidades especiais.

A primeira-dama faz parte do Ministério de Surdo e Mudos da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, região Zona Oeste do Rio de Janeiro. Neste ministério, ela atua como intérprete de libras nos cultos realizados aos domingos. Na igreja, as pessoas são proibidas de falar sobre o perfil da mulher de Bolsonaro. Toda informação sobre ela deve ser informada por meio dos assessores de comunicação.

A primeira-dama frequentou por muito tempo a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que tem como pastor o polêmico Silas Malafaia.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro

Aliás, foi ele quem celebrou a união de Michelle e Jair Bolsonaro no ano de 2013. Segundo o pastor, a fiel sempre teve uma postura simples, recatada e não gosta de aparecer. Uma outra característica seria o fato dela ser uma mulher prendada e linha dura com as filhas. Com os outros filhos do marido, a esposa do presidente eleito sempre teve uma relação cordial, sem nenhuma discussão ou desentendimento.

O fato é que Michele tem satisfação em ajudar as pessoas. Ela fez uma aparição na propaganda eleitoral do marido no último dia 25, quinta-feira, em um programa que foi dedicado às pessoas portadoras de necessidades especiais.

Jair apresentou a esposa com a grande defensora da causa. Nas imagens, ela conta que aprendeu libras sozinha e tem tido grande empenho em ajudar ao próximo.

Jair Bolsonaro e Michelle se conheceram quando ela trabalhava na Câmara dos Deputados em Brasília, na época, ela trabalhava como secretária parlamentar. Algum tempo depois, ela recebeu o convite e foi trabalhar com Jair. No ano de 2008, Michelle acabou sendo exonerada do cargo. O motivo foi que o STF proibiu o nepotismo na administração pública.

Sobre ser primeira-dama, a esposa do presidente eleito falou que deseja fazer todos os projetos sociais que puder, pois é uma vocação que ela tem na vida. Ela contou ainda que a proximidade que tem com as pessoas surdas, se deve ao fato de ter um tio assim. Por isso acaba tendo um carinho especial por essa comunidade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo