Nesta última sexta-feira (12), a Igreja Universal divulgou uma nota repudiando Fernando Haddad, candidato pelo PT à presidência da república, acusando o petista de dar declarações 'caluniosas' e 'preconceituosas', contra o bispo Edir Macedo, líder da instituição religiosa e também dono da Record.

Na manhã de ontem, Haddad criticou Jair Bolsonaro e disse que o deputado é resultado do 'fundamentalismo charlatão' de Edir Macedo.

Essa declaração foi dada por Fernando Haddad logo após ele sair de uma missa em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, na zona sul de São Paulo. O petista ainda disse que esta união entre Edir Macedo e Bolsonaro é o casamento do 'neoliberalismo desalmado' e que tem Paulo Guedes como representante. Haddad ainda acusou Guedes de cortar direitos trabalhistas e sociais do trabalhador brasileiro.

Guedes e Edir Macedo ainda foram acusados por Haddad de ter fome de dinheiro.

Nota da Universal

A Igreja Universal divulgou uma nota acusando o ex-prefeito de São Paulo de dar declarações criminosas, desrespeitando os 7 milhões de frequentadores da igreja, além dos fiéis de outras religiões, que não irão votar no PT, que é um partido que busca destruir os valores cristãos, como a 'família, a honra e a decência'.

Ainda de acordo com a nota divulgada pela Igreja Universal, na época em que Edir Macedo apoiou o PT e o ex-presidente Lula, o partido não reclamava de nada, mas agora, quando o bispo decidiu apoiar Bolsonaro, então o candidato petista começa falar ofensas levianas contra o líder religioso.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições

A Universal usou a nota para acusar Haddad de usar uma igreja católica para atacar Edir Macedo e justamente em um dos principais feriados para os católicos.

Ainda de acordo com a Universal, os ataques feitos por Fernando Haddad são para incitar uma guerra religiosa e que charlatão é quem mente para ser eleito e que fome de dinheiro tem aquele partido que rouba estatais e dinheiro público para sustentar a organização criminosa.

Universal promete processar Haddad

As declarações dadas pelo candidato petista, logo após uma missa em homenagem à Nossa Senhora Aparecida, repercutiram por todo o país e a Igreja Universal se sentiu muito ofendida.

Edir Macedo já revelou seu posicionamento político, se mostrando a favor da candidatura de Jair Bolsonaro, o que foi uma surpresa para o PT, já que há alguns anos, a instituição religiosa apoiou Lula e Dilma Rousseff.

A Igreja Universal prometeu recorrer à Justiça contra as declarações de Haddad, para que ele possa responder pelo 'ódio religioso que tenta espalha' e também pelas calúnias ditas. Para finalizar, a nota diz que a resposta ao candidato petista será dada pelo povo nas eleições do segundo turno.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo