O ex-prefeito e publicitário João Agripino da Costa Doria Junior é o novo governador do Estado de São Paulo. Após um segundo turno muito acirrado com o atual governador Márcio França (PSB), onde chegou até mesmo a aparecer atrás na última pesquisa eleitoral, ele conseguiu reverter a desvantagem nas urnas e dará continuidade a dinastia tucana no Palácio dos Bandeirantes.

O PSDB venceu sua primeira eleição no estado em 1994, quando Mário Covas venceu uma ferrenha disputa com Francisco Rossi.

Publicidade
Publicidade

Quatro anos mais tarde ele se reelegeu, agora vencendo Paulo Maluf, porém não concluiu seu segundo mandato, pois veio falecer em 2001 e em seu lugar assumiu seu vice, o então pouco conhecido Geraldo Alckmin, que no ano seguinte se candidatou e venceu.

Em 2006, Alckmin partiu para a disputa presidencial contra Lula, e isso abriu espaço para José Serra, então prefeito da capital paulista, disputar e vencer a corrida pelo governo do estado. Em 2010, o governo voltou para nas mãos de Alckmin, que se reelegeu em 2014, sempre em primeiro turno.

Publicidade

Sem poder concorrer ao terceiro mandato, Alckmin se candidatou a presidente, deixando o governo para seu vice, Márcio França, que tentou se reeleger, mas foi derrotado por Doria.

Carreira na Televisão

Depois de ter ocupado o cargo de secretário de turismo da prefeitura de São Paulo, no início dos anos 80 e ter sido presidente da presidente da Embratur, no governo José Sarney, ele passou a se dedicar à televisão.

Em 1990, abriu uma produtora e passou a produzir o programa Sucesso, exibido pela TV Bandeirantes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições

Dois anos depois passou a apresentar o programa Business na extinta TV Manchete e já no final da década, o Show Business, pela Rede TV. Ele se tornou mais conhecido do público ao apresentar o programa Aprendiz, da Record TV, nas temporadas 2010 e 2011. Ele ainda comandou um programa de entrevista, chamado Face a Face, mas teve que abandonar o projeto para se candidatar à prefeitura de São Paulo.

Carreira na política

Depois de vencer uma acirrada prévia dentro do PSDB, se lançou candidato a prefeito de São Paulo em 2016 e de forma surpreendente, derrotou o então prefeito Fernando Haddad, ainda em primeiro turno, obtendo 52,29% dos votos válidos.

Uma vitória sobre o prefeito petista, que ficou na segunda colocação, com apenas 16,7% dos votos.

Dentre seus principais programas na prefeitura estão o Cidade Linda e Corujão da Saúde. Em 12 de março deste ano anunciou que deixaria a prefeitura para concorrer ao governo do estado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo