Durante seu programa na última segunda-feira (08), Fábio Porchat comentou sobre o primeiro turno presidencial e aproveitou para ironizar as pessoas que votaram no candidato Jair Bolsonaro (PSL).

O apresentador enfatizou que os eleitores seriam a "elite intelectual do país". Em seguida, Porchat arrancou gargalhadas ao citar os nomes das cantoras Pepê & Neném e dos jogadores Felipe Melo e Ronaldinho Gaúcho como exemplos de pessoas que votaram no candidato.

Publicidade
Publicidade

Em uma comparação, o apresentador citou o programa "A Fazenda", da mesma emissora, dizendo que os eleitos Alexandre Frota, Jorge Cajuru e Tiririca não estariam no reality show, mas na Câmara dos Deputados.

Saída da Record

Na semana passada, o apresentador surpreendeu ao afirmar que não irá mais trabalhar na emissora do bispo Edir Macedo, a Rede Record de Televisão. O fato chamou atenção, pois o anúncio aconteceu justamente após Macedo declarar apoio ao candidato Jair Bolsonaro para a presidência da República.

Apresentador da Record, Fábio Porchat
Apresentador da Record, Fábio Porchat

Outro motivo apontado para sua saída seria uma censura interna que o apresentador estaria sofrendo devido suas piadas no programa.

Em justificativa, Porchat disse que no momento não tem mais interesse em estar na emissora e que pretende alavancar projetos na TV fechada e no cinema. No entanto, segundo fontes da Folha, o real motivo teria sido o apoio do bispo político do PSL.

Diretores da emissora

Após o anúncio do afastamento do canal, diretores da Record ainda não se pronunciaram.

Publicidade

Segundo informações do portal "TV Foco", os diretores estariam esperando por um diálogo mais próximo ao fim da temporada.

Porchat não pagará multa pela rescisão do contrato, pois o pedido de demissão aconteceu três meses antes do término da temporada do programa. Ele está na Record desde 22 de agosto de 2016.

O talk show vem passando por momentos de baixa audiência, perdendo na concorrência para o SBT. No entanto, emissoras como a Band já sinalizaram interesse pelo artista.

Corrida presidencial

O candidato Jair Bolsonaro liderou os votos úteis e garantiu o segundo turno junto com o petista Fernando Haddad. Na reta final, haverão debates transmitidos por emissoras, rádio e internet com os dois candidatos. A votação ocorrerá no próximo dia 28 de outubro.

Leia tudo e assista ao vídeo