Há cinco dias das Eleições, o Ibope divulgou novos números nesta terça-feira (23) e aponta uma redução da vantagem do candidato Jair Bolsonaro para o candidato petista Fernando Haddad, de 18 para 14 pontos porcentuais. A rejeição ao candidato Bolsonaro também aumentou em relação a pesquisa anterior, enquanto que a do candidato Haddad diminui.

Rejeição e intenção de votos aos candidatos

Os números apresentados nesta terça-feira (23) pelo Ibope apontam que 40% dos eleitores não votariam em Jair Bolsonaro, um aumento de cinco pontos em relação a última pesquisa, divulgada em 15 de outubro.

Publicidade
Publicidade

Com relação ao porcentual de intenção de votos, a pesquisa de outubro apontava 41% para o candidato do PSL, agora esse número caiu para 37%. A margem de erro da pesquisa Ibope é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Já o candidato Fernando Haddad do PT, tinha 47% de rejeição, este número caiu para 6 pontos. O número dos que declaram voto ao candidato petista subiu de 28% para 31%.

A pesquisa apresentou alterações nos índices de rejeição com relação à pesquisa anterior, os resultados de votos válidos oscilaram dentro da margem de erro.

Bolsonaro conta com 57%, contra os 59% do dia 15 de outubro. Já Haddad pulou de 41% para 43%.

Os 3010 entrevistados responderam, entre os dias 22 e 23, a cinco perguntas sobre a possibilidade de votos aos candidatos:

31% responderam que com certeza votariam em Haddad; 12% responderiam que poderiam votar no petista; 41% não votariam em Haddad de jeito nenhum; 14% declaram não conhecer o candidato para responder; e 2% não souberam ou não quiseram opinar.

Publicidade

Com relação ao candidato do PSL, 37% disseram que votam com certeza no candidato; 11% responderam que poderiam votar nele; 40% responderam que não votam de jeito nenhum no candidato; 11% declaram não conhecer o candidato o suficiente para opinar; e 2% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi contratada em parceria pelo jornal O Estado de São Paulo e a TV Globo, e registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-07272/2018.

O Ibope informa que há uma probabilidade de 95% dos números da pesquisa retratarem o atual cenário eleitoral, considerando à margem de erro de dois pontos.

Declarações refletem a maior rejeição ao candidato Jair Bolsonaro

A recente publicação do vídeo de Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável, declarando que bastaria um soldado e um cabo para fechar o STF repercutiu de forma negativa, principalmente depois das manifestações de cinco dos onze ministros da Suprema Corte.

Publicidade

A crítica mais dura partiu do decano Celso de Mello, para ele a declaração do deputado federal é inconsequente e golpista.

Jair Bolsonaro também voltou a polemizar ao declarar que os marginais de vermelho serão banidos no Brasil (em referência aos petistas) e que se não saírem serão presos. Essa declaração foi feita no último domingo (21), em transmissão via celular em ato na avenida Paulista.

Leia tudo