Na primeira pesquisa eleitoral realizada após o primeiro turno, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) aparece liderando a corrida presidencial com uma diferença superior à margem de erro. O levantamento, feito pela Ideia Big Data em parceria com a revista Veja, mostra o militar da reforma com 54% das intenções de votos válidos, enquanto Fernando Haddad (PT), aparece com 46%.

Ao considerar as respostas totais, Bolsonaro tem 48% dos votos, contra 41% do ex-prefeito de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Votos nulos/brancos ou de eleitores que ainda estão indecisos, somam 11%.

Foram entrevistadas 2.036 pessoas em todas as cinco regiões do país entre segunda e quarta-feira. A margem de erro é de 2,67 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento será registrado no Tribunal Superior Eleitoral com o código BR 09687/2018.

Primeiro turno

O primeiro turno das Eleições ocorreu no último domingo (7). Fernando Haddad (PT) e Jair Messias Bolsonaro (PSL) disputarão o segundo turno, que ocorrerá no próximo dia 28.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Eleições

O deputado obteve um total de 46,03% dos votos válidos, seguido de Haddad (PT), com 29,28% e Ciro gomes (PDT), com 12,47%.

O candidato do PSL venceu em 17 estados do país, já o petista, assim como Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2014, foi levado à próxima etapa graças ao nordeste, onde teve o maior número de votos em quase todos os estados da região, exceto no Ceará, onde Ciro Gomes foi o mais votado.

Preocupante polarização ideológica é destaque na mídia internacional

A organização dos Estados Americanos (OEA) enviou uma missão de observação para as eleições brasileiras.

Publicidade

Apesar de citar o profissionalismo com que estas foram realizadas, a missão expressa preocupação com o teor agressivo das campanhas e alertou sobre a disseminação das chamadas "fake news" na internet.

Além disso, jornais e portais de notícias de diversos países se posicionaram sobre a polarização ideológica recorrente e abordaram suas expectativas para os resultados.

O jornal espanhol El País, cita o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, como ultraconversador e credita sua possível vitória à frustração dos cidadãos brasileiros com o atual cenário político, corrupção e violência crescente no país.

O periódico também cita o desempenho de Haddad no primeiro turno, principalmente no nordeste.

O jornal The New York Times discorre sobre o drama das eleições presidenciais deste ano, destacando a prisão do ex-presidente Lula, o atentando sofrido por Jair Bolsonaro e o movimento protagonizado por mulheres em oposição à candidatura do deputado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo