Os petistas já estão imaginando como seria o futuro diante de uma eventual vitória do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. Para eles, a situação não vai ser muito favorável. Projeções estão sendo feitas e imagina-se que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá um longo inverno na cadeia.

Uma possível derrota do candidato Fernando Haddad (PT) já é vista como algo que pode sim acontecer e, em razão disso, dirigentes do PT admitem que a rejeição ao partido deve ser encarada.

Eles vão ter que se preparar para o que vem pela frente. Conforme o próprio ex-presidente Lula comentou, o partido vai precisar de uma reconstrução. A esperança de muitos dirigentes petistas é que a eleição possa ter uma reviravolta e Haddad ganhe, entretanto, caso for derrotado, que seja por uma diferença pequena, para que eles possam criar ânimo.

Um longo inverno para Lula na cadeia é a situação que muitos dirigentes do PT veem à frente.

Haddad seria o responsável pela oposição a Bolsonaro. Contudo, ainda tem muitos membros do partido que não confiam na força de Haddad nesse quesito.

A última pesquisa do Datafolha que mostra uma diferença de 10 pontos entre os dois candidatos chegou a causar um pouco de preocupação na campanha de Bolsonaro. Por outro lado, a distância ainda é grande.

Projeções de Bolsonaro

Caso for eleito, Jair Bolsonaro deve viajar para Brasília na terça (30).

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Lula

Ele se encontrará com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, com o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas e com o presidente do Brasil, Michel Temer.

Bolsonaro sabe que terá vários desafios pela frente. Uma discussão que já está surgindo é uma informação de dirigentes de partidos do centrão que estariam incomodados com acenos do capitão a integrantes do DEM.

Haddad

As últimas pesquisas acabaram animando um pouco alguns petistas que ainda torcem para uma vitória de Haddad.

Porém, da cadeia, Lula já começa a orientar seus seguidores de como deve ser, caso o candidato do PSL seja eleito.

Lula pediu que os militantes façam caravanas e tentem se aproximar mais do povo. Ele sugere a reconstrução do partido e uma oposição ferrenha contra Jair Bolsonaro.

Para o condenado pela Lava Jato, vai chegar uma hora em que os próprios defensores do capitão se revoltarão e cobrarão dele as propostas prometidas.

Dessa forma, o líder do PT acredita que o partido vá ganhar força e voltar a ser bem visto pelas pessoas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo