O secretário nacional de finanças do Partido dos Trabalhadores (PT), Emídio de Souza, se pronunciou a respeito de qual teria sido a reação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em se tratando do resultado da corrida eleitoral para presidente da República, vencida por Jair Messias Bolsonaro, do PSL. Emídio explicitou a reação considerada de tranquilidade com o resultado do pleito, por parte do ex-mandatário petista, na manhã seguinte à vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Vale lembrar que o secretário se reuniu com o advogado Luiz Eduardo Greenhalgh por aproximadamente três horas, em visita ao ex-presidente Lula. O ex-mandatário petista encontra-se preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, capital do estado do Paraná, desde meados do mês de abril.

Lula cumpre uma pena estimada de mais de doze anos de prisão em regime fechado, pelo cometimento de crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, em face à aquisição do apartamento de luxo Tríplex do Guarujá, no litoral do estado de São Paulo, angariado por meio de recursos públicos ilegais oriundos de grandes empreiteiras envolvidas no mega escândalo de corrupção da maior empreiteira brasileira; a Petrobrás.

A sentença de condenação contra Lula foi proferida pelo juiz Sérgio Moro, no âmbito das investigações da força-tarefa da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Resultado das eleições

De acordo com o secretário Emídio de Souza, apesar de Lula ter demonstrado serenidade, "ninguém ficaria contente com um resultado desses, mas normal, tranquilo". O secretário de finanças do PT nacionalmente, disse também que a sigla já perdeu e já ganhou e que sua visita à Lula, às segundas-feiras transcorreu de modo normal, conforme sempre já ocorrido anteriormente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Eleições

Vale lembrar que Emídio de Souza foi um dos principais conselheiros do candidato derrota à Presidência da República, Fernando Haddad. Vale lembrar que Haddad obteve aproximadamente 46 milhões de votos na eleição deste ano, se firmando com cerca de 44% dos votos válidos. Já o vencedor, Jair Bolsonaro, obteve aproximadamente 57 milhões de votos, ou cerca de 55% dos votos válidos de todo o país. Nesta segunda-feira, o candidato petista desejou "boa sorte" ao presidente eleito Jair Bolsonaro e desejou que "o país mereça o melhor".

Em resposta, Bolsonaro agradeceu à mensagem publicada no perfil oficial de Haddad na rede social do Twitter

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo