O juiz federal Sergio Moro vai se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (1). Este será o primeiro encontro do responsável pelos julgamentos de primeira instância da Operação Lava Jato com Bolsonaro.

Na segunda-feira, dia seguinte à eleição, Bolsonaro concedeu entrevista a diversos veículos de comunicação. Na Record e no “Jornal Nacional”, da Globo, o presidente eleito afirmou que faria um convite para Sergio Moro.

O juiz federal terá duas opções: assumir o Ministério da Justiça a partir do dia 1º de janeiro ou aguardar uma das vagas no Supremo Tribunal Federal (STF). O Ministério da Justiça pode se transformar em uma superpasta agregando Controladoria-Geral da União, Segurança Pública e Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Esta fusão ainda não foi confirmada oficialmente.

Na terça-feira, Sergio Moro agradeceu o convite e afirmou que estava honrado.

O juiz federal disse que refletiria bastante sobre o assunto caso o convite oficial fosse feito e que tomaria a melhor decisão.

De acordo com os especialistas ouvidos pela Agência Brasil, ocupar o Ministério da Justiça é um rito de passagem para, no futuro, ser nomeado ministro do STF.

No período em que será presidente do Brasil, entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022, Bolsonaro terá o direito de indicar dois ministros para a Suprema Corte brasileira.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Sergio Moro

A primeira indicação acontecerá em dezembro de 2020. O ministro Celso de Mello completa 75 anos e será aposentado compulsoriamente. Em 2021, será a vez de Marco Aurélio se aposentar do STF.

Sergio Moro

O juiz federal Sergio Moro tem 46 anos e ganhou notoriedade nacional ao comandar os julgamentos da primeira instância da Operação Lava Jato, que se tornou símbolo do combate à corrupção no Brasil.

Durante a campanha política, o presidenciável Alvaro Dias (Podemos) foi quem mais falou sobre Sergio Moro e chegou a dizer que o colocaria no Ministério da Justiça.

Entre os condenados de Moro na Operação Lava Jato estão nomes como o do ex-ministro José Dirceu e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula foi condenado por Moro a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Durante os julgamentos, o PT afirmou que Moro perseguia Lula. Fotos do juiz federal ao lado de figurões do PSDB, como Aécio Neves, foram alvos de críticas dos petistas.

O sonho de muitos juízes e chegar ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo