O clima segue tenso nestas Eleições, por todo o país a Polícia está tendo trabalho, principalmente com aqueles que insistem em fazer 'boca de urna', porém, um vídeo que circula pela internet mostra o momento em que um homem vai votar e aperta a tecla 'confirma' usando uma arma. O eleitor em questão fez questão de mostrar que seu voto era para Jair Bolsonaro, do PSL e até os números ele digitou com a ponta do revólver.

Vale ressaltar que esta é uma atitude ilegal e quem fez isso poderá responder perante a Justiça. Humberto Jacques de Medeiros, vice-procurador eleitoral do TSE - Tribunal Superior Eleitoral, já está ciente do fato e informou que o tribunal já está de posse das imagens e o crime será investigado.

Uma das promessas de Bolsonaro em sua campanha para presidente, é que se ganhar irá liberar o porte de armas à população.

Pessoas críticas a tal medida usam o atentado contra o político contra ele, alegando que se o criminoso tivesse usado um revólver, ao invés de uma faca, provavelmente Jair Bolsonaro teria morrido. O sujeito que atacou o presidenciável em Juiz de Fora, Minas Gerais, bem que tentou comprar uma arma, mas por causa dos entraves ele acabou desistindo e resolveu usar uma faca mesmo.

Assista no vídeo abaixo, o momento em que o eleitor vota em Bolsonaro usando uma arma para apertar as teclas na urna eletrônica.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Jair Bolsonaro

Eleitores de Bolsonaro cometem crime

Pelas imagens que circulam nas redes sociais, não foi apenas uma pessoa que votou em Jair Bolsonaro usando uma arma. Há fotos de outros eleitores que também fizeram isso. Inclusive, em uma das imagens, o revólver está em cima da urna eletrônica, enquanto na tela aparece Bolsonaro. Acredita-se que esta foto começou a circular primeiramente em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul, e depois foi compartilhada por internautas de todo país.

O morador de Cachoeira do Sul, que compartilhou a imagem do eleitor votando usando uma arma, garantiu que não é ele na imagem e que apenas compartilhou a foto que viu no WhatsApp, e, para evitar problemas, apagou a postagem, só que já era tarde. Muitos outros internautas copiaram a imagem e agora ela se espalhou na internet, assim como o vídeo, que já circula no Twitter, Facebook e também no Youtube.

No grupo 'Mulher Unidas a favor de Bolsonaro', uma integrante perguntou se podia ir votar armada. Vale lembrar que o porte de armas no país é permitido apenas para aqueles que atuam na área de segurança e, mesmo assim, mediante um registro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo