O filósofo e teólogo Leonardo Boff visitou nesta segunda-feira (12) o ex-presidente Lula na prisão. Segundo informações do colunista Josias de Souza, do portal UOL, após conversa com Lula, Boff disse que o ex-presidente acreditava que iria sair da cadeia logo após as Eleições presidenciais deste ano. Lula está preso desde o último dia 7 de abril na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Além de dizer que Lula aguardava a liberdade, Boff também contou que o ex-presidente afirma que continua preso porque virou “um troféu para sustentar as mentiras” da Lava Jato.

Lula foi condenado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A pena imposta ao petista é de 12 anos e um mês de cadeia.

O teólogo também avaliou que Lula continua "desafiando" o juiz federal Sergio Moro para que apresente provas concretas contra ele. Desde que foi preso, Lula enfatiza que é vítima de uma "perseguição política" envolvendo a Lava Jato e Moro.

Com a indicação de Moro para o Ministério da Justiça, a defesa de Lula tenta reafirmar que o juiz agiu de forma parcial na sentença.

Recentemente, o juiz declarou que a tese de perseguição política é falsa e que Lula está preso porque "cometeu um crime". Moro aceitou o convite ao superministério do governo de Bolsonaro e avaliou que seu cargo será algo técnico. O juiz também rebateu críticas do PT de que agiu com parcialidade no caso de Lula.

Enquanto Moro se prepara para abandonar a magistratura, os processos que tramitam na 13ª Vara Federal de Curitiba ficam nas mãos da juíza Gabriela Hardt.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Lula

Interrogatório de Lula com substituta de Moro

Nesta próxima quarta-feira (14), Gabriela Hardt irá interrogar o petista. A juíza tem em mãos o processo sobre o sítio de Atibaia. No entanto, segundo Leonardo Boff, Lula afirma que nada tem relação com o sítio. As provas referentes ao sítio, segundo o colunista Josias de Souza, são mais "caudalosas" perante o processo em que o petista foi condenado.

Mais conversas

Entre outros pontos conversados entre Lula e Boff estaria a reformulação do Partido dos Trabalhadores.

Um dos próximos desafios do PT seria fazer política através das redes sociais. Lula também teria dito a Boff que ficou "indignado" com a quantidade de notícias falsas circuladas durante o período eleitoral e também citou a "máquina montada pelas igrejas", que o petista acredita ter influenciado o resultado eleitoral.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo