O barbeiro Eliseu Clemente, 40 anos, tinha um segredo que não era revelado nem mesmo para sua esposa: duas vezes por mês ele vê o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Eliseu não é advogado, não é da família de Lula, não é político, mas é o responsável em cortar o cabelo e a barba do petista. Ele revela pena da situação em que o o ex-presidente afirma que manterá em sigilo coisas que acontecem na cela.

Duas vezes por mês ele fecha o seu salão na avenida principal de Colombo e vai com uma pequena mala até o ex-presidente.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Lula

Ele não demora nem 15 minutos de carro.

De acordo com Eliseu, as pessoas que contrataram ele para ser o cabeleireiro de Lula pediram que ele não falasse para ninguém sobre a sua missão secreta.

Ele disse que a esposa começou a desconfiar ao ver ele dando uma sutil escapada, fechando o salão e saindo com uma vasilha com suas ferramentas de trabalho. "Ela começou a cismar", disse ele.

O segredo só foi contado após ele ouvir do ex-presidente Lula para dar um abraço na família dele. Aí, ele sentiu que não havia necessidade de esconder as coisas.

Discreto

Eliseu Clemente é muito discreto em sua atividade. Ele evitou falar qual é o valor que os responsáveis em contratá-lo pagam pelo corte e barba de Lula. Na cidade de Colombo, ninguém sabia sobre essa ida de Eliseu a Curitiba. Até mesmo seu pai, João Clemente, 68 anos, ficou sem saber sobre o caso.

Um documento da Polícia Federal (PF) que mostra o controle das pessoas que entram e saem do prédio da Superintendência acabou com o anonimato.

Eliseu esteve por 12 vezes na cela de Lula.

Geralmente, o trabalho dele demora em torno de uma hora. Ele comentou que como na cela de Lula não tem cadeira de barbeiro, ele improvisa em uma cadeira da mesa dele. O petista fica olhando para a televisão enquanto tem seu cabelo cortado. Na mala que o barbeito carrega estão: tesouras, um barbeador e máquina de acabamento.

Detalhes contados por Eliseu

Mesmo sem citar tudo o que vê na cela do petista [VIDEO], Eliseu comentou que algumas coisas chamaram a atenção dele. Segundo seu relato, o ex-presidente divide seu tempo na cadeia com leituras, escrevendo, assistindo TV, ouvindo música, fazendo exercício e recebendo visitas diárias dos seus advogados.

O barbeiro afirmou que ficou surpreso com a quantidade de folhas manuscritas que Lula [VIDEO] guarda. Entretanto, Eliseu dificilmente fala sobre como é a vida no interior da cela. Ele mantém o seu profissionalismo, e é bem discreto.

O cabeleireiro disse que manterá a palavra e não contará sobre o que acontece na cela. Contudo, falou que sente pena de Lula por já ter uma idade avançada e estar naquela situação.