Um confronto armado nesta quinta-feira (15), em Porto Alegre, deixou duas pessoas mortas e outra ferida na avenida Oscar Pereira, no bairro Cascata.

De acordo com a Brigada Militar da região, um automóvel Peugeot de cor vermelha chegou ao local conhecido como Beco da Igreja, com pelo menos três homens armados. Neste momento, um outro grupo de homens armados também estava no local. Quando os ocupantes do veículo desceram do automóvel, foram recebidos a tiros pelo outro grupo e revidaram.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com a Brigada Militar, logo após o confronto, um homem acabou morrendo no local e outro chegou a ser levado ferido para o Hospital de Pronto Socorro, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu.

Um terceiro homem também foi levado para a unidade de saúde e se encontra internado. Até o momento não foi divulgado nada sobre seu estado de saúde.

Após o tiroteio, o restante do grupo conseguiu escapar do local, e até agora ninguém foi preso pela Polícia.

Ainda segundo os agentes, o tiroteio pode ter sido causado por disputa pelo tráfico de drogas na região. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Porto Alegre.

Três suspeitos de participarem do assassinato no Hospital Centenário são presos

A polícia prendeu nesta manhã de sexta-feira (16), três suspeitos de terem assassinado por engano o jovem Gabriel Vilas Boas Minossi, que estava internado no Hospital Centenário, na região de São Leopoldo (RS).

Publicidade

O crime foi na semana passada, quando os supostos atiradores invadiram o hospital para matar um desafeto que estava internado na unidade, mas o alvo dos suspeitos teria foi transferido de sala e os atiradores, sem perceber, executaram Gabriel, que estava deitado em seu leito com mais de 20 tiros por engano na unidade.

Gabriel, que estava internado no hospital por conta de um acidente de trânsito, foi morto na frente de uma tia e na ação dos criminosos, mais duas pessoas ficaram feridas na sala.

De acordo com a polícia, os suspeitos têm idades entre 18 e 22 anos idade.

O verdadeiro alvo dos atiradores seria um homem que dois dias antes do crime teria se envolvido em um confronto na região de Vila Brás, na ocasião ele teria conseguido matar um homem depois de sofrer uma emboscada em uma oficina, mas também foi ferido e encaminhado para o hospital. Ele também seria ex-presidiário.

Os suspeitos foram levados para a delegacia e aguardarão a decisão da Justiça.

Publicidade

Leia tudo