Durante viagem do Rio de Janeiro a Brasília, nesta terça-feira (6), o avião modelo Legacy em que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, viajava acabou realizando uma volta considerada "atípica". O trajeto incomum foi realizado quando a aeronave sobrevoava Minas Gerais. De acordo com informações fornecidas pela Força Aérea Brasileira (FAB), o procedimento ocorreu devido a problemas relacionados ao mau tempo.

A instabilidade meteorológica se passava na capital federal, tendo os procedimentos de voo observados, constatarem a necessidade de uma volta incomum sobre o estado mineiro, antes da chegada ao Distrito Federal.

Publicidade
Publicidade

De acordo com alguns colaboradores da revista Sociedade Militar, que faziam o acompanhamento do voo, chegou a ser aventado que houvesse algum tipo de pane ou que a aeronave tivesse até mesmo, que aterrissar na região das cidades mineiras de Canastrão e Biquinhas. Entretanto, o jato não havia reduzido o seu deslocamento na altitude, de modo significativo e em poucos minutos, já se encontrava retomando o rumo normal para aterrissagem em Brasília. Alguns leitores da revista supra-citada sugeriram que o presidente eleito e eu vice, não viajassem no mesmo avião.

Publicidade

Discurso no Congresso

O presidente eleito do Brasil participou na manhã desta terça-feira (06) no Congresso de uma comemoração dos trinta anos de promulgação da Constituição Federal. Bolsonaro fez um pequeno discurso, após as falas de autoridades do país presentes à mesa, como o presidente do Senado da República, Eunício de Oliveira, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o ex-presidente da República José Sarney, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antônio Dias Toffoli, e o presidente da República, Michel Temer.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Governo

Ao discursar ao final da sessão solene, o presidente eleito afirmou que "na democracia só haveria um único norte, o da nossa Constituição Federal". Vale lembrar que o discurso do presidente eleito não estava previsto para ocorrer, de acordo com a divulgação da agenda do evento.

Durante sua fala de poucos minutos, Bolsonaro mencionou o atentado sofrido durante a campanha eleitoral para o Palácio do Planalto, em meados do mês de setembro. O presidente eleito recordou que "pediu a Deus que nos iluminasse a todos e que agradeceria por Ele ter salvo a sua vida, há tão pouco tempo".

O presidente eleito concluiu ainda seu pensamento, ao afirmar durante discurso aos congressistas presentes, que "na topografia existiriam três nortes:a quadrícula, o verdadeiro e também o magnético. Porém, na democracia só haveria um norte, que é o da nossa Constituição Federal".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo