O Governo de Michel Temer decidiu comprar novos carros que serão usados no transporte e escolta do presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL), e de seu vice, o general da reserva Hamilton Mourão (PRTB), a partir de 2019.

A licitação foi criada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), publicada na quinta-feira (8), o gasto previsto será um total de R$ 5.587.560,00 para adquirir 30 carros, sendo que 12 devem ser blindados. Todos os veículos devem ser da mesma cor e marca, essa medida é tomada para que não seja possível identificar com precisão em qual dos veículos o dignatário encontra-se no momento do comboio.

Publicidade
Publicidade

O Gabinete de Segurança Institucional estabeleceu o valor de R$ 235,3 mil para os 12 blindados e R$ 153,3 mil para 18 veículos sem blindagem. A blindagem segue o padrão brasileiro, indicando a classe III-A. Essa proteção consegue suportar disparos de armas como pistolas 9 milímetros, submetralhadoras, fuzil e revólveres em geral. O (GSI) serve para redimensionar a estrutura da segurança, levando em conta as circunstâncias especiais de Jair Bolsonaro, que já sofreu atentado. Os padrões de segurança estabelecidos se estenderão ao vice Mourão.

Pregão Eletrônico

Na quarta-feira (21), irá acontecer o pregão eletrônico (modalidade licitatória utilizada pelo governo brasileiro para contratar bens e serviços, independente do valor estimado) e as empresas com interesse na compra terão que apresentar suas propostas ao sistema de compra do governo. No leilão, é aberto um prazo para diminuição dos preços e, no final, é divulgado qual empresa será a fornecedora do governo.

No edital, são apresentados alguns modelos e marcas como referências: Ford Fusion, Honda Accord, Toyota Camry e Hyundai Aderaldo.

Publicidade

Atualmente, a frota de veículos para presidente é formada por modelos Chevrolet e Ford, adquiridos no ano de 2011.

A renovação da frota de carros para escolta presidencial vinha sendo debatida antes das eleições. Em junho deste ano, o Gabinete de Segurança Institucional solicitou ao Ministério do Planejamento sobre aquisição de veículos de uso exclusivo para presidente. O edital foi publicado no dia 7 de novembro.

Os carros ficarão sob administração do Departamento de Segurança Presidencial (GSI).

Veículos também estarão disponíveis para o presidente em outros estados além de Brasília, como no Rio de Janeiro, para a segurança durante viagens.

Leia tudo