Na manhã desta quarta-feira (21), mais um nome foi confirmado para compor o time de ministros do futuro governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Desta vez o escolhido foi o advogado e ex-presidente do PSL, o Partido Social Liberal, Gustavo Bebbiano, a confirmação se deu no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil). A responsabilidade pelo anúncio do nome do 11º ministro ficou por conta do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM).

Com a decisão, Bebbiano deve continuar a trabalhar com o capitão reformado na pasta da Secretaria-Geral da República, como uma espécie de auxiliar do presidente.

Ainda mais cedo, Jair Bolsonaro havia confirmado o nome de André Luiz Mendonça para a Advocacia-Geral da União, entretanto não se sabe (até o presente momento) se a AGU manterá o status de ministério ou não.

Gustavo Bebianno reitera compromisso com o país e elogia equipe

Em entrevista cedida à imprensa, o advogado agradeceu ao presidente eleito pela confiança, ressaltando que vai trabalhar para o desenvolvimento do país.

Aproveitando a ocasião, ele também elogiou a equipe de transição do novo Governo: "[...] uma equipe formada por homens sérios, patriotas, que efetivamente querem o bem do Brasil", disse o novo futuro ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Manutenção flexível

De acordo com as declarações do novo ministro, tanto o PPI (Programa de Parceria de Investimentos) quanto o Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) e a EBC (Empresa Brasil de Comunicação) devem continuar dentro da estrutura de sua pasta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo

Segundo Bebianno, a "modernização" do estado será a principal tarefa da pasta, a desburocratização, com o objetivo de servir a população, principalmente no que diz respeito a serviços e até mesmo produtos.

Articulação com Onyx e bate-papo

Com o objetivo de aprender como funciona a articulação política, Gustavo Bebianno deve fazer um "estágio" com o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Onyx por sua vez já deixou claro que os ministros deverão trabalhar de forma integrada entre si para cumprir a missão de governar o país.

Além do aprendizado com o ministro chefe da Casa Civil, Bebianno também pretende se reunir com Ronaldo Fonseca (atual ministro-chefe da Secretaria Geral) para uma conversa.

Contudo, segundo o jornal O Estado de Minas, o filho do presidente eleito, Carlos Bolsonaro, poderá assumir a Secretaria de Comunicação da Presidência.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo