O vice na chapa de Jair Bolsonaro, general Hamilton Mourão, esteve pela primeira vez em reunião com a cúpula da Petrobras. O encontro ocorreu nesta última sexta-feira (9).

A reunião contou com a presença do presidente da Petrobras, Ivan Valente, e mais outros sete diretores da companhia. Então, foi apresentada a atual situação financeira da estatal, que evidencia lucro de R$ 23,6 bilhões este ano. Através de publicação no Twitter, General Mourão falou o que pensou da reunião com os executivos.

Publicidade
Publicidade

Sempre com declarações polêmicas, Mourão disse que saiu "muito bem impressionado".

Veja abaixo a publicação:

Em entrevista para o portal Estadão, Mourão disse que a Petrobras passou por um longo processo e agora estaria saneada.

Mourão também foi questionado sobre quem poderia assumir a estatal e se essa pessoa pode ser alguém do meio militar. No entanto, o general disse que, na sua opinião, não seria necessário um militar para assumir, porém quem dará a palavra final sobre isso é Jair Bolsonaro.

Mourão elogiou a situação da empresa e disse que em apenas três anos conseguiram mudar a "lambança" que foi feita no local. A Petrobras foi vítima de diversos casos de corrupção, sendo uma das mais prejudicadas nos âmbito das investigações da Operação Lava Jato.

Um ponto levantado por Mourão é que a empresa segue uma moderna regra de governança, o que possibilitou que ela conseguisse evitar novos erros, as decisões passam pelo Conselho de Administração.

Publicidade

Antigamente, Mourão disse que vários diretores faziam o que bem entendiam, mas agora não é mais assim. A Petrobras está toda estruturada, avaliou o vice presidente eleito.

Equipe de transição

A equipe de transição de Jair Bolsonaro ainda não anunciou como ficará a diretoria da empresa, que tem mandato até 2019. O presidente eleito foi questionado sobre a questão, porém disse que quem definirá os rumos neste quesito será o economista Paulo Guedes, que assumirá futuramente o Ministério da Economia.

Na equipe de transição, aparece Roberto Castello Branco, um dos conselheiros da estatal durante o Governo do presidente Michel Temer.

Nesta última terça-feira, 6 de novembro, a Petrobras apresentou o lucro referente ao primeiro trimestre. No entanto, abaixo do que deveria perante o mercado, marcando R$ 6,6 bilhões. Porém, a Petrobras ainda apresentou um número 25 vezes mais que o apresentado no mesmo período do ano passado.

Leia tudo