Conhecido por não ter papas na língua e por expor suas opiniões, doa a quem doer, Ratinho mais uma vez usou seu programa, ao vivo, para se manifestar sobre a decisão do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), de escolher o juiz Sergio Moro para o Ministério da Justiça. O apresentador ficou a favor de Bolsonaro e teceu diversas críticas a jornalistas, e em especial aos da Globo News, chegando a chamá-los de canalhas e os acusando de deboche.

Publicidade
Publicidade

Ratinho se colocou a favor de Bolsonaro, ao vivo

Em uma das últimas exibições de seu programa ao vivo, Ratinho voltou a falar de política e resolveu fazer um desabafo sobre a decisão de Bolsonaro escolher Moro para um de seus ministérios. Incisivo, o apresentador falou que gostaria de pedir que os jornalistas parassem de interferir com deboches nas escolhas de Bolsonaro para a formação de seus ministérios.

Publicidade

O apresentador foi além e afirmou que o período de eleições já havia se encerrado no Brasil e que as redes sociais teriam ganhado, elegendo Jair Bolsonaro como presidente, enquanto outros haviam perdido as eleições: "Parem de ser canastrão, um bando de canalhas", disse em seu programa na emissora de Silvio Santos.

Ratinho não parou com seus comentários e chegou a dizer que os jornalistas "pegavam dinheiro" do outro lado, afirmando que ninguém seria besta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

O apresentador ainda disse não temer processos e que se algum jornalista o xingasse, seria capaz de expor o nome de todos. "Aguento o processo", esbravejou.

Ratinho critica jornalistas da Globo News

Colocando o foco de suas reclamações na Globo News, Ratinho afirmou que paga TV a cabo e não seria obrigado a escutar deboches de certos jornalistas da emissora.

Seguindo com seu discurso, o apresentador elogiou Jair Bolsonaro [VIDEO] por escolher Sergio Moro para o Ministério da Justiça: "Escolheu muito bem".

Falando diretamente sobre Moro, Ratinho foi categórico em expor sua opinião e dizer que o juiz será o melhor ministro do Brasil, assim também fez com Marcos Pontes, escolhido para o Ministério da Ciência e da Tecnologia, e Paulo Guedes para o Ministério da Economia.

Para finalizar, o apresentador do SBT ainda alfinetou os jornalistas da Globo News: "Não adianta chorar. Eu sou a favor da democracia.

Publicidade

Quem ganhar, ganhou". As declarações de Ratinho repercutiram nas redes sociais bem no dia em que o SBT foi acusado de veicular uma vinheta com um slogan muito usado no período da ditadura militar no Brasil.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo