Durante uma declaração dada pelo presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (25), em seu perfil oficial no Twitter, o governante garantiu que as negociações e parceria com Israel estão "bem encaminhadas" e trarão muitos benefícios.

Esta não foi a primeira vez que o político utilizou a internet para falar sobre suas propostas e planos como Presidente da República.

Bolsonaro volta a falar de planos com Israel

Nesta terça-feira de Natal, Bolsonaro utilizou o Twitter para falar de políticas internacionais e ressaltar a importância dos avanços na parceria com Israel.

Publicidade
Publicidade

Na web, o presidente eleito declarou: "Em janeiro, o nosso futuro ministro de Tecnologia, Marcos Pontes, estará visitando algumas instalações de dessalinização, plantações e o escritório de patentes em Israel, acompanhado por Ofir Akunis, ministro israelense de Ciências e Tecnologia."

A visita do astronauta e escolhido futuro ministro a Israel será um avanço para o Brasil

Com a visita e o estreitamento das relações políticas entre Brasil e Israel, a região Nordeste pode ser a maior beneficiada.

Isso porque no Nordeste pode ser implantada uma fábrica pertencente a uma empresa que tem "tecnologia que produz água potável a partir da umidade exposta no ar".

Segundo o presidente eleito, ainda no primeiro mês do próximo ano, seu governo estuda realizar a "construção de uma instalação-piloto, a fim de retirar água salobra de poços, dessalinizar essa água, armazená-la e distribuir para agricultura familiar, estendendo mais tarde esse projeto para outras localidades".

Publicidade

Primeiro-ministro israelense confirma presença na posse de Jair Bolsonaro

Recentemente o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, confirmou sua vinda ao Brasil para acompanhar de perto a cerimônia de posse do Presidente da República eleito no segundo turno das eleições 2018.

Escolhido o 38º presidente da República do Brasil, a cerimônia que travará a transição de governo e protagonizará a posse de Bolsonaro como líder governamental, está marcada para acontecer no próximo dia 01 de janeiro.

A vinda do representante israelita à Brasília marcará a primeira visita de um chefe de governo em exercício ao Brasil.

A aproximação entre os dois países teve origem após Jair Bolsonaro externar publicamente durante sua campanha à presidência, o desejo de mudar a sede da embaixada brasileira em Israel para Jerusalém.

Leia tudo