O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, escreveu uma carta orientando o PT sobre os rumos que deverão ser tomados após as eleições. Na carta escrita na sexta-feira (30), Lula também criticou o futuro ministro da Justiça Sergio Moro, o presidente eleito Jair Bolsonaro, a Justiça Eleitoral, a Operação Lava Jato e a imprensa. Como uma forma de rebater o que Lula escreveu, Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais e ironizou o fato.

Segundo o novo presidente da República, Lula está agindo assim porque "acabaram as eleições e as visitas íntimas na prisão diminuíram".

Na carta, Lula disse que é vítima de uma "farsa judicial". Em seguida, atacou Bolsonaro falando que ele se utilizou de mentiras nas redes sociais para poder vencer a disputa ao Planalto. De acordo com ele, o capitão reformado do Exército ganhou do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad por ter se aproveitado do apoio de banqueiros, da mídia, de membros do governo dos Estados Unidos, gestão do presidente Donald Trump, e "pelo que há de mais atrasado no Congresso Nacional".

Ainda segundo Lula, Bolsonaro é um péssimo representante do povo brasileiro. O petista chegou a citar que o presidente eleito fugiu dos debates porque não teria condições de falar sobre economia, geração de empregos e políticas sociais. O líder petista prevê que Bolsonaro vai executar um programa ultraliberal, voltado às privatizações.

Moro

Lula também fez vários ataque a Sergio Moro, responsável pelas investigações que o levaram à cadeia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Lula

Para o petista, com o novo cargo de ministro da Justiça, o ex-magistrado continuará a sua "perseguição" contra o PT e contra movimentos sociais.

O líder do PT disse que Moro teve atuação parcial nos julgamentos já pensando neste cargo de ministro de Bolsonaro. Lula chegou a dizer que o ex-juiz saiu do armário onde escondia sua verdadeira natureza.

Bolsonaro rebate

O presidente eleito Jair Bolsonaro mencionou a carta de Lula através do seu Twitter, e com ironia deu a entender nessa postagem, segundo informou o site Notícias ao Minuto, que o ex-presidente Lula estaria isolado na prisão após o término das eleições.

Lula ainda diz na carta que o propósito principal de Bolsonaro, no governo, é continuar atacando o PT. Entretanto, o petista pede que os militantes e dirigentes não tenham medo do futuro, pois, segundo sua concepção, o partido foi alvo de "tramoias".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo