Nesta quinta (27), pela manhã, Walter Souza Braga Netto esteve presente junto às demais autoridades competentes na cerimônia que marcou o fim simbólico da intervenção federal no estado do Rio de Janeiro. Em discurso no Comando Militar do Leste, (Comando da 1ª Região Militar e da 1ª Divisão de Exército), Braga Netto explanou que a missão das Forças militares no RJ foi cumprida; positivo, o general das Forças Armadas também ressaltou o alcance de todos os objetivos. Alegando a recuperação na capacidade operativa dos órgãos públicos, o interventor destacou a diminuição da criminalidade.

Segundo informações da Agência Brasil, o oficial do Exército caracterizou o caminho trilhado como difícil e incerto.

Relembrando a participação de instituições, tanto públicas quanto privadas, o general apontou a participação da sociedade que, por sua vez, agiu em conjunto com as Forças no estado. Para Netto, tal ação significa um marco histórico. O mesmo saiu em defesa da continuação dessa integração.

"Nossa intenção era fazer com que os órgãos de segurança pública fossem vistos como instituições respeitadas pela sociedade, e que ao mesmo tempo, respeitasse esta mesma sociedade, realizando um trabalho eficiente e eficaz.", disse o general.

O voo

Para ilustrar a atuação da intervenção federal no Rio de Janeiro, Braga Netto utilizou-se da figura de linguagem de um avião em pleno voo: "[...] a surpresa foi nossa companheira [...]", confirmou.

Na visão do general das Forças Armadas, os que chegavam na equipe iam construindo o 'avião' enquanto ele voava.

Apesar de tais declarações no que diz respeito a operação no estado, o comandante do primeiro escalão deu destaque ao planejamento dos integrantes do Gabinete da Intervenção Federal, tais foram responsáveis pela capacidade operativa dos órgãos e pelos baixos índices na taxa de crimes cometidos.

As ações visavam recuperar a sensação de segurança para com a população, bem como transformar os órgãos em instituições do estado.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Tendências

Elogios ao general Braga Netto

Em dado momento do cerimonial, Torquato Jardim (o ministro da Justiça), exibiu uma gravação em áudio onde o então presidente Michel Temer elogia o trabalho da intervenção. Sem especificar números, ele também apontou a queda nos indicadores de criminalidade bem como o apoio da população no processo.

A intervenção federal ocorreu no mês de fevereiro, sendo possibilitada por conta de uma negociação com o Governo do estado.

Francisco Dornelles também esteve presente na cerimônia.

O governador do RJ agradeceu ao general pelo legado da intervenção no estado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo