Aproveitando sua passagem por São Paulo nesta quinta-feira (13), onde fez uma consulta no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da cidade, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) foi almoçar na casa do empresário e apresentador Silvio Santos, que ontem completou 88 anos de idade.

O presidente eleito estava acompanhado por um forte esquema de segurança e um helicóptero da Rede Globo registou imagens do grupo no quintal da casa do apresentador, que posou para fotos com os seguranças, que estavam fortemente armados.

Publicidade
Publicidade

Junto com Bolsonaro estavam sua esposa, Michelle Bolsonaro, sua filha e o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Na última edição do programa Teleton, organizado pelo SBT, Bolsonaro chegou a fazer uma participação ao vivo e uma doação, cujo valor não foi revelado a pedido do apresentador. Na ocasião, Silvio Santos também disse que gostaria de vê-lo na presidência por oito anos (dois mandatos) e o juiz Sergio Moro nos oito anos seguintes.

Bolsonaro saiu da Granja do Torto, em Brasília, por volta das 8h e veio a São Paulo em um avião da Fora Aérea Brasileira, que pousou no aeroporto de Congonhas, por volta de 9h40. De lá ele seguiu até o Hospital Albert Einstein, onde passou por uma consulta, e saiu de lá por volta das 11h40, rumo à casa do apresentador, que ofereceu um almoço em comemoração ao seu aniversário.

Em janeiro, Bolsonaro fará uma cirurgia para religar todo o intestino.

Publicidade

Esse procedimento, considerado o mais simples do que os anteriores, será o terceiro desde quando ele foi esfaqueado, em setembro, durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG).

Preso autor de vídeo com ameaças

A prisão em flagrante de um homem de 32 anos pela Polícia Civil de Pernambuco por tráfico de drogas e porte ilegal de arma, levou a descoberta de um outro crime. Ao verificarem o aparelho celular da companheira do homem preso, eles descobriram vídeos gravados contendo ameaças ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

No vídeo, que foi compartilhado nas redes sociais, o acusado aparece segurando uma arma e fazendo ameaças de morte a Bolsonaro. Na delegacia, ele disse que o vídeo era uma brincadeira, uma vez que, em sua visão, o novo governo será “ruim para os bandidos”. A repercussão do vídeo foi tamanha que chegou até o presidente eleito, que usou as redes sociais para recriminar o ato e parabenizar os policiais pela prisão do homem.

Leia tudo