O jornalista Alexandre Garcia deixou a Globo na última semana depois de mais de 30 anos de serviços prestados à emissora. A saída do veterano aconteceu dias depois dele elogiar o presidente Jair Bolsonaro.

Após pedir demissão, muita gente imaginou que Alexandre Garcia fosse se afastar definitivamente da mídia e que seus seguidores não poderiam mais desfrutar de suas análises políticas. Ele participava como comentarista no jornal Bom Dia Brasil e fazia parte do rodízio de apresentadores do Jornal Nacional.

A ex-jogadora de vôlei Ana Paula Henkel era uma das que estavam em dúvida sobre o futuro de Alexandre Garcia. Pelo Twitter, ela afirmou que a saída do jornalista seria muito ruim para a Globo, mas ainda mais para o público, que ficaria sem seu exemplo de jornalismo sério. "Tão raro nos dias atuais", afirmou Ana Paula.

Ela disse ainda que acompanharia o jornalista onde ele fosse e que esperava que ele se animasse para ter um canal na internet --caminho seguido pelo jornalista William Waack, após deixar a Globo acusado de ser racista.

Alexandre Garcia respondeu ao comentário da ex-esportista.

Ele garantiu que terá sim um canal e que não deixará os leitores de Twitter, jornal e os ouvintes de rádio. Ana Paula demonstrou ter ficado feliz com o que leu e afirmou que o público ganha com essa decisão de Alexandre Garcia. Segundo Ana Paula, o verdadeiro jornalismo está carente de profissionais sérios. A conversa entre os dois aconteceu no último domingo (30). Nesta terça-feira (1º), Alexandre Garcia compareceu à posse de Jair Bolsonaro, em Brasília.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Jair Bolsonaro

Alexandre Garcia segue tendência

O jornalista deixou a Globo na última semana e foi bastante elogiado na nota emitida pelo chefe do Departamento de Jornalismo da emissora, Ali Kamel. O líder reconheceu o trabalho de Garcia ao longo dos últimos 31 anos.

Em sua saída, Alexandre Garcia vai seguir um caminho que não é inédito: trocar as amarras da Televisão pela liberdade da internet. O jornalista William Waack, por exemplo, mantém um canal chamado Painel WW.

Ele faz vídeo sobre política para o público de 560 mil inscritos.

A jornalista Carla Vilhena, que também deixou a Globo e migrou para a internet não teve o mesmo desempenho até o momento. Seu canal no YouTube ainda não chegou em mil inscritos.

Além da internet, há rumores de que Alexandre Garcia seria convidado para integrar a equipe de comunicação do presidente eleito Jair Bolsonaro. Não há nada oficial sobre este assunto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo