A socióloga Rosângela da Silva, namorada do ex-presidente Lula, passou a fazer a triagem das pessoas que visitam o petista na prisão em Curitiba (PR), segundo a revista Época. Amigos do petista, ouvidos pela publicação, acreditam que essa foi uma maneira encontrada pelo ex-presidente para ver apenas as pessoas que ele deseja sem ter o ônus de vetar.

Ainda de acordo com a revista, Rosângela teria se reaproximado de Lula durante uma das passagens do petista por Itaipu, à época em que ainda era presidente.

O casal se reencontrou no início de 2018, durante umas das caravanas que Lula participou, semanas antes de ser preso, em abril do mesmo ano. Após a prisão do ex-presidente, a socióloga o visitaria com frequência, normalmente às quintas-feiras, quando Lula pode receber até duas visitas.

A socióloga costuma visitá-lo nos finais de tarde, quando a família do petista termina sua visita. Os encontros entre o casal duram cerca de uma hora, sem direito à visita íntima, o que seria motivo de reclamação por parte de Lula.

A revista Época fez questão de enfatizar que a triagem às visitas que o ex-presidente recebe são feitas principalmente por Marco Aurélio Ribeiro, seu assessor direto, e que a intermediação de Rosângela Silva em relação ao controle de visitas teria ocorrido apenas em casos excepcionais.

Emprego em Itaipu

Rosângela Silva é uma figura conhecida no PT. A socióloga é afiliada ao partido desde a década de 1980 e conhece o ex-presidente Lula antes mesmo do petista ser preso e condenado no caso do tríplex.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Lula

Janja, como é conhecida, foi contratada para trabalhar no escritório da Itaipu Binacional, em Curitiba, após a eleição de Lula.

De acordo com a revista Veja, a empresa tinha na época Gleisi Hoffmann como diretora financeira. Atualmente, Gleisi é presidente do Partido dos Trabalhadores. Ainda segundo a publicação, Rosângela teria entrado no emprego sem passar por processo seletivo. O salário da socióloga na Itaipu Nacional é de aproximadamente R$ 17 mil e seu expediente de trabalho é das 8h às 17h30.

Ainda de acordo com a revista, Rosângela teria feito uma das visitas a Lula dentro de seu horário de trabalho, às 15h20 do último dia 9 de maio.

A relação entre Lula e Rosângela sempre foi muito discreta, poucas vezes o casal foi visto junto. Um dos raros momentos em que os dois foram registrados juntos foi no ano de 2009, quando Lula estava em seu segundo mandato. A socióloga teria viajado a Brasília para participar de um seminário que falava sobre questões de gênero.

Na ocasião, a socióloga aproveitou para entregar um presente ao então presidente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo