Na madrugada do último domingo (16), o Pastor Anderson do Carmo, 42 anos, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), 58 anos, foi assassinado minutos depois de chegar em casa com a esposa. As investigações apontam que quem tirou a vida do pastor é um de seus filhos.

Neste sábado (22), a deputada usou sua rede social Instagram para fazer um desabafo a respeito do caso. Ela começa o texto dizendo que fazia uma semana que tinha perdido o marido e que as pessoas que os conheciam deviam imaginar o quanto ele estava fazendo falta para ela e o quanto estava atordoada.

Ela deixa claro que é uma pessoa forte, pois Deus a está fortalecendo e que não tinha perdido a sua fé. Ela ainda lembra um de seus louvores muito conhecido, que fala sobre dar a 'Volta por cima' e ”Quem impedirá o agir de Deus?”.

A deputada lembra que a sensação é que o tempo parou durante essa semana e que a dor que está sentindo é enorme. Ela cita que a dor que está sentindo é pela perda do marido e também pelas calúnias e notícias confusas que são divulgadas a cada minuto, sem saber de onde brotam.

Segundo a pastora, já foi falado ter se tratado de um crime passional, que o marido teria sido morto por dinheiro e até por ter sido infiel a ela. Flordelis afirma que estão acusando os "meus meninos", referindo-se aos seus filhos, mas que ela tem esperança de que esses acusadores estão errados e que prefere confiar na justiça.

Ela afirma que a dor chega a ser insuportável e que o fato do assassinato ter ocorrido em sua casa, isso faz com que a mesma reviva o momento cada minuto em que está no local.

Novo depoimento e entrevista à imprensa

Flordelis afirma que a imprensa não está deixando-a em paz e que nesta segunda-feira (24), dará seu primeiro depoimento como manda a lei.

Ela relembra que já fez isso muitas vezes, sendo o primeiro poucas horas após o assassinato do marido. Ela afirma que não teve direito nem de viver seu luto.

Flordelis disse que na terça-feira (25), durante a tarde, falará com a imprensa, que esse é um calvário que será necessário passar para aplacar as insinuações e as dúvidas que estão criando versões desencontradas.

Ela diz que espera conseguir isso. Ela encerra pedindo orações para que a justiça seja feita.

Filho confessou crime

Flávio, de 38 anos, um dos filhos biológicos da deputada, está preso por violência doméstica e, após a arma do crime ser encontrada em seu quarto, acabou confessando ter dado seis tiros no pai. Mas segundo o laudo o pastor teve mais de 30 perfurações em seu corpo. Lucas, 18 anos, outro filho do casal, está preso por envolvimento em tráfico de drogas e já se sabe que foi ele quem ajudou a comprar a arma que tirou a vida do pai. Lucas também sabia da intenção de Flávio de matar Anderson.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!