Nesta sexta-feira (16), o presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou a mídia por divulgar o passado de familiares da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. "Quem ganha com isso?", perguntou o presidente. Segundo ele, a sua esposa está arrasada e abatida com as notícias expostas de sua família, principalmente as que envolvem a prisão de sua avó por tráfico de drogas e os problemas que dois tios dela enfrentam com a polícia.

Bolsonaro comentou sobre o estado de abatimento da primeira-dama após sair de um evento no Palácio do Planalto. Ele confirmou que a notícia veiculada pela revista Veja e pelo site Metrópoles é verdadeira, no entanto, não entende qual o sentido deste tipo de ganho jornalístico com a divulgação dessas informações. "Para que isso?", perguntou.

Para Bolsonaro, a imprensa apenas está esculachando a sua esposa, tentando intimidá-la e mostrando supostamente que ela não tem competência para realizar o trabalho social que faz.

Prisão por tráfico

Na semana passada, a avó de Michelle foi encontrada pela reportagem da Folha de S.Paulo em uma maca num corredor de um hospital público na periferia de Brasília. Contudo, o que tem sido divulgado nesta sexta (16) pela revista Veja é sobre um passado sombrio da avó de Michelle. Ela já foi presa em flagrante após ter sido alvo de uma denúncia. Os policiais encontraram com a avó dela, quando ela tinha 55 anos, cocaína, vales-transportes e dois relógios.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro Relacionamento

Maria Aparecida confessou o tráfico, foi presa e, segundo as informações, tentou ainda subornar um agente oferecendo dinheiro caso ele ajudasse ela a sair da cadeia. Em razão disso, ela ficou alguns dias na solitária. Em 1999, ela acabou saindo da cadeia após ficar dois anos e dois meses presa.

A Veja também citou que a mãe de Michelle, Maria das Graças, foi indiciada por falsificação de documentos.

Entretanto, o caso dela foi arquivado após o crime prescrever.

De acordo com uma matéria do site Metrópoles, a mãe da primeira-dama ainda está em uma situação irregular, já que se inscreveu em um programa habitacional do governo do Distrito Federal, mas seu RG emitido em Goiás mantém informações equivocadas dela.

Até mesmo um caso de agressão foi constatado. Maria das Graças teria agredido um senhor de 62 anos em decorrência de um atraso de aluguel.

Tios de Michelle

Além disso, outro fato que deixou Michelle muito abatida, foi a exposição pela imprensa de dois tios maternos. Conforme matéria da Veja, o tio preferido dela, João Batista Firmo Ferreira, foi preso em maio deste ano após envolvimento em milícia na favela em que a avó dela mora. O tio dela é um sargento aposentado da Polícia Militar de Brasília. Ele chegou a ir no evento de posse de Bolsonaro.

Outro tio de Michelle também foi preso em 2018 após acusação de estupro. A denúncia foi feita por duas sobrinhas e o caso teria acontecido quando elas eram crianças. Ele pegou uma pena de 14 anos de cadeia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo