O presidente Jair Bolsonaro está sendo alvo de críticas nas redes sociais após dar uma declaração polêmica nesta última terça-feira (28) ao ser questionado sobre o aumento das mortes no Brasil em decorrência do novo coronavírus.

De acordo com informações, o presidente se reuniu com alguns jornalistas na saída do Palácio da Alvorada para responder algumas perguntas relacionadas ao país. Um jornalista questionou Bolsonaro sobre o aumento de mortes pelo novo coronavírus e ressaltou que o Brasil superou a China em número de óbitos pela Covid-19.

"E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre", reagiu Bolsonaro à pergunta do repórter.

Por conta disso, muitos políticos estão usando as redes sociais para criticar a fala do presidente, a maioria afirmando que Bolsonaro poderia ter usado argumentos mais coerentes para se posicionar a respeito das pessoas vitimadas pela doença.

Lula

O ex-presidente Lula usou seu Twitter para se posicionar a respeito de Bolsonaro e sua fala na saída do Palácio da Alvorada. Lula entende que o presidente agiu com desrespeito à população brasileira. ''Essa falta de respeito do Bolsonaro às vítimas do coronavírus e aos seus familiares mostra o quanto precisamos discutir a mudança desse Governo'', digitou Lula.

João Amoedo

O político João Amoedo também usou suas redes sociais para se posicionar sobre as palavras ditas por Bolsonaro.

''Não precisa fazer milagre. Basta renunciar e deixar o comando do país'', diz parte da publicação feita pelo político. Amoedo também entende que o presidente não está tomando medidas coerentes a respeito da pandemia do novo coronavírus.

Filhos de Bolsonaro comentam declaração do pai

Os filhos do presidente também usaram as redes sociais para se posicionar sobre as falas do pai.

Carlos e Flávio Bolsonaro usaram o Twitter para apoiar as falas do pai a respeito do coronavírus e ainda chegaram a acusar a imprensa nacional por manipular as falas. ''Os inimigos continuarão mentindo, distorcendo e difamando. É da natureza deles, mas o povo não cai mais nessa'', digitou Flavio Bolsonaro.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!