O governo federal começará a pagar a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 para aqueles que se cadastraram no site ou aplicativo da Caixa Econômica Federal nesta sexta-feira (17). De acordo com as informações emitidas pelo Governo, mais de 9 milhões de pessoas que se inscreveram terão o direito de receber a quantia. O pagamento deverá ocorrer no dia de hoje até a próxima segunda-feira (20). De acordo com as informações, os depósitos serão realizados nas poupanças digitais que são automaticamente abertas quando o cidadão se inscreveu ou, então, tem uma conta já existente, ao qual foi indicada pelo auxiliado.

De acordo com as palavras do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a quantia será concedida, primeiramente para 3,5 milhões de pessoas que já possuem a poupança na Caixa. Conseguinte, deverá ser realizado o depósito para aqueles que já possuem contas nos bancos. Pedro Guimarães ainda ressalta que entre a noite de hoje e no domingo, serão cerca de 1,5 milhão dos inscritos que possuem contas em diferentes bancos e, na segunda-feira (20), outros 4,2 milhões de cidadãos que se encontram na mesma situação.

As inscrições podem ser realizadas por meio do aplicativo oficial da Caixa Econômica Federal chamado “Caixa Auxílio Emergencial”, que está disponível em todos as lojas virtuais, podendo ser baixados pelos sistemas Andoid e iOS.

Poderá ser realizada a inscrição também pelo site da Caixa, que está no ar desde a semana passada e disponível para aqueles que se enquadram nos critérios necessários para o recebimento do benefício.

O calendário que foi divulgado pela Caixa o começo da semana ressalta que o recebimento da quantia para quem já está inscrito no aplicativo ou site começaria na quinta-feira (16).

No entanto, a data necessitou ser adiada por um dia, pois as informações da parte da população que está apta para receber foi enviada pela Dataprev na quarta-feira (15), necessitando 48 horas para que o início do processo dos recebimentos pudesse ser realizado.

A cadastro será necessário apenas para a parte da população que não se encontrava com o Cadastro Único até o dia 20 de março ou, então, não recebe o benefício do Bolsa Família.

Quem tem direito ao auxílio emergencial

Terão direito de receber a quantia concedida pelo governo aqueles que se enquadram como trabalhadores autônomos ou informais (não possui carteira assinada), quem está desempregado, microempreendedores individuais (MEI) e os contribuintes individuais do INSS.

É necessário ser maior de 18 anos para poder receber o auxílio.

Após estar enquadrado no que foi citado acima, o cidadão deverá obedecer o limite de renda exposto pelo governo federal para o recebimento do pagamento.

Poderá ser concedido o auxílio emergencial para aqueles que possuem uma renda per capita de até meio salário mínimo por membro da família (R$ 522,50) ou, então, possua uma renda familiar mensal menor que até três salários mínimos (R$ 3.135).

O cidadão não poderá ter tido rendimentos tributáveis que excedam R$ 28.559,70 no ano de 2018.

Aqueles que recebem seguro-desemprego, BPC, pensão ou aposentadoria não poderão ser contemplados com o benefício.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!