O jogo "Quanta Asneira" foi criado por um jornalista carioca e, há dois meses, sem grandes publicidades, quase que silenciosamente teve seu lançamento no Rio de Janeiro. O jogo tem como objetivo satirizar críticas políticas por meio do humor.

O jornalista aproveitou a publicidade que Jair Bolsonaro teve no exterior por sua sua gestão em relação à nova pandemia de coronavírus, analisada como irresponsável, e assim nasceu a ideia do novo jogo "Quanta Asneira".

Jogo

O jogo brasileiro, que traz 240 frases controversas pronunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro durante sua carreira política, acabou ganhando repercussão fora do território nacional, tornando-se um jogo internacional.

Afinal, as declarações do atual presidente acabam dando a volta ao mundo devido ao seu teor altamente polêmico.

Personagens

O jogo tem como personagens o presidente Bolsonaro, seus filhos Flávio, Carlos e Eduardo, o guru de extrema-direita Olavo de Carvalho e alguns ministros escolhidos por suas personalidades extremamente fanáticas ou pouco apresentáveis.

No jogo, o presidente é intitulado como Bozo, um dos apelidos que recebeu do povo brasileiro, inspirado em um famoso palhaço da década de 1980. Seus filhos são chamados da mesma forma que Bolsonaro os apelidou: em menção a militares são representados pelos números 01, 02 e 03.

Olavo de Carvalho é chamado de Guru-Filósofo e os outros personagens compostos de ministros e secretários do Governo federal são intitulados de "Equipe de Bolsominions".

Objetivo do jogo

O jogo é baseado em perguntas e respostas, com 48 cartas. Além destas, existem 4 cartas que trazem consequências e mais 20 cartas com os personagens do jogo. No total, o "Quanta Asneira" junta 240 pérolas relacionadas à política do Brasil e muitas delas viraram alvo de grande repercussão internacional.

O jogo também tem cartas que visam confundir os jogadores, usando tuítes que já foram apagados, os panelaços e termos como "fritar os ministros".

Temas

Entre os temas mencionados no jogo, há os incêndios florestais na Amazônia, a tensão política com o presidente francês Macron, atritos diplomáticos, ataques à Venezuela, o desprezo escancarado em relação à ativista do meio ambiente Greta Thunberg, entre outros.

A opção de não investir em grandes publicidades é evitar que os bolsonaristas da internet polarizem o material. Mesmo assim, o jogo está fazendo muito sucesso e um dos públicos-alvos são pessoas que querem enviá-lo de presente a amigos e familiares apoiadores do governo de Jair Bolsonaro.

Cerca de 500 cópias da primeira tiragem do jogo foram vendida em três meses e, devido ao sucesso silencioso, as encomendas se concentraram no exterior e novas impressões devem ocorrer em breve.

O responsável por esta criação, considerada por muitos como original e uma forma descontraída de apresentar problemas políticos, é o jornalista, hoje dono de uma editora, Luiz André Alzer, que acumula 25 anos de carreira.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Educação
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!