Durante discurso em Florianópolis (SC), o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) disse que não considera o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a pessoa mais importante do planeta.

Bolsonaro está viajando pelo país realizando algumas inaugurações e participando da formatura de agentes policiais. Ele então começou dizendo que não se considera a pessoa mais importante do Brasil e nem Trump a pessoa mais importante da terra e atribuiu tal prestígio para Deus e finalizou sua fala dizendo que a humildade deve vir em primeiro lugar entre as pessoas. "Eu não sou a pessoa mais importante do Brasil, assim como Trump não é a pessoa mais importante do mundo, como ele bem mesmo diz", afirmou Bolsonaro.

É do conhecimento de todos que, Bolsonaro é um apoiador de Trump e torce por sua reeleição nos Estados Unidos. No entanto, quem vem liderando as eleições no país é o candidato democrata Joe Biden. Até o momento não foi finalizado a contagem de votos.

Biden precisava chegar aos 270 delegados para ser eleito o novo presidente do Estados Unidos. A liderança de Biden sobre Trump estava consolidada em 3 dos 5 estados, que são Geórgia, Nevada e Pensilvânia.

Para Trump vencer Biden, ele precisa receber a maioria dos votos nos três estados e também na Carolina do Norte.

Bolsonaro comentou que tem acompanhado as eleições dos Estados Unidos e que independente do resultado ele deposita sua confiança na espera de dias melhores com a ajuda de Deus.

Bolsonaro cumprimenta público sem máscara

Bolsonaro e uma comitiva formada por membros do Governo e apoiadores foram para Universidade Corporativa (UNIPRF) e um grupo de pessoas se aglomeraram para recebê-los. As pessoas, em sua maioria, não usava máscaras, sendo que o uso do item é obrigatório na cidade.

Como sempre Bolsonaro passou pelo público cumprimentando com apertos de mão e abraços, desobrigando as recomendações do afastamento social durante a pandemia. Assim que entrou, também estava um aglomerado de pessoas ocupando as arquibancadas da quadra onde aconteceu o evento.

Segundo os organizadores do evento, todas as medidas de prevenção ao contágio do vírus foram tomadas.

Inclusive a festa de formatura não ocorreu por conta da pandemia e assim evitar que o vírus se propagasse.

Assim que terminou a formatura, Bolsonaro retornou para o avião cumprimentado seus apoiadores. Por volta das 14h, ele chegou ao aeroporto de Chapecó, onde pegou um helicóptero para participar de uma inauguração da central hidrelétrica no Paraná.

Dados do mapa do estado sobre o foco do coronavírus mostram que a Grande Florianópolis corre um grande risco e eventos de grande porte estavam proibidos até que a situação fosse controlada. Inclusive a capital do estado é aonde mais tem casos sobre a doença.

Antes da realização do evento o órgão informou por meio de uma nota que o evento seria restrito apenas aos alunos e seus acompanhantes, docentes e alguns servidores da PFR.

A Prefeitura de Florianópolis disse em nota que "sobre o Curso de Formação da Rodoviária Federal, todo protocolo foi aprovado anteriormente pela Vigilância Sanitária".

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!