O mais recente caso de sequestro de criança no RS, foi da menina Eduarda de apenas 9 anos. O fato ocorreu na noite de domingo (21) na Zona Norte de Porto Alegre, onde morava, Eduarda estava brincando em frente sua casa, quando foi sequestrada. O suspeito aparenta 40 anos, ele estava em um carro sedã vermelho, segundo vizinhos, a menina foi vista conversando pela janela do carro com o suspeito que, logo em seguida, a levou. Vizinhos falaram que ele ficava circulando pelo bairro, que tentou sequestrar uma outra criança minutos antes em uma rua perto, mas que não obteve sucesso.

O pai da menina está em regime semiaberto por assassinato e receptação, por esse fato, também foi averiguado com a família se eles estariam sofrendo algum tipo de ameaça e se o ocorrido com Eduarda, não pudesse ser por vingança. Pelas redes sociais, chegaram a levantar a suspeita de que pudesse ter sido o próprio pai da menina o sequestrador, mas logo em seguida que esse boato começou a surgir a mãe da menina desmentiu e se revoltou com a situação, pois o pai da menina estava presente em todos os momentos.

O corpo da menina Eduarda foi encontrado às margens da ERS-118 em Alvorada, região Metropolitana de Porto Alegre, na manhã de segunda-feira (22). A família foi chamada ao local e a mãe de Eduarda, Kendra Herrera fez o reconhecimento do corpo. "Havia diversas balas (doces) e outras coisas que os polícias recolheram sem deixar a gente ver" disse Kendra Herrera. Ainda não se sabe ao certo a causa da morte afirma a delegada Adriana Costa, exames já descartaram que não houve sinais de abuso sexual. Há uma suspeita também de afogamento, mas estamos aguardando um laudo mais detalhado afirmou.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

A polícia já divulgou o retrato falado do suspeito de sequestrar a menina Eduarda, segundo pesquisas através do perfil do suspeito que tem imagens de rituais e cultos por toda sua rede social, pode haver suspeitas de que a menina tenha sido usada em rituais. Já ocorreu outros crimes em que foi comprovado que crianças foram usadas em rituais satânicos, isso dentro do RS. O enterro da menina Eduarda, ocorreu na manhã desta terça-feira (23) na Santa Casa em Porto Alegre.

Morte da menina Eduarda motiva manifestação na Região Metropolitana de Porto Alegre:

Na tarde e noite de segunda-feira (22).

O ato provocou bloqueios no trânsito na Avenida Protásio Alves e na estrada Caminho do Meio, Zona Leste, limite entre municípios de Porto Alegre e Viamão. Que reuniu uma multidão, familiares, amigos e muitas pessoas que se sensibilizaram com o ocorrido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo