Um homem foi preso na noite desta última quinta-feira (15) suspeito de matar a namorada a facadas no bairro Guabiroba, em Pelotas (RS).

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Maria Silva Angélica, o suspeito teria ido por volta das 23h à casa da vítima, identificada como Jussara Guiote Cames, de 48 anos, e os dois teriam começado uma discussão. Em meio à discussão, uma filha da vítima, de 17 anos, decidiu sair do local da briga e ir para um quarto da residência até que as coisas se acalmassem.

Mas a discussão teria ficado mais intensa e, quando a menina resolveu voltar para a cozinha, acabou presenciando o crime.

De acordo com a necropsia do corpo, havia pelo menos sete perfurações causadas por golpes de faca.

Após cometer o crime, o suspeito teria fugido, mas acabou sendo preso em flagrante pela Polícia Militar levando consigo a faca que usou no crime.

Ainda de acordo com a delegada, o pedido de prisão preventiva do suspeito, identificado como João Pedro Gouveia, de 52 anos, já foi expedido e agora só aguarda a decisão da Justiça.

Ao ser interrogado, o suspeito afirmou que só iria se pronunciar na presença de um advogado e em juízo.

A filha da vítima resolveu ficar com parentes, mas a delegada mencionou que, tanto ela quanto uma outra filha da vítima, que não estava na hora do crime, serão colocadas em uma programa de proteção a testemunhas.

O homem foi encaminhado para o Presídio Regional de Pelotas.

Mulher grávida é estuprada e espancada em Rosário do Sul

Nesta terça-feira (22), uma Mulher grávida de 22 anos de idade teria sido vítima de estupro na cidade de Rosário do Sul, região central do RS.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Mulher

Além de ser estuprada, a vítima também teria sido trancada em um quarto, onde chegou a ser sufocada diversas vezes com um travesseiro por seu agressor.

Logo após ter conseguido escapar, a vítima teria ido até o Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora para pedir ajuda.

Chegando na unidade de saúde, a mulher teria dito ao profissionais do hospital que ela teria saído de casa para ir em uma residência no centro da cidade, com isso, foi abusada por um homem desconhecido.

A vítima também apresentava muitas lesões pelo corpo, braços, costas e abdômen.

No hospital, a mulher teria ficado em observação e depois teria sido liberada. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da Região.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo