A Polícia Civil de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, prendeu nesta quarta-feira (14) um homem de 64 anos suspeito de ter estuprado as duas filhas, uma de cinco e outra de dez anos.

A prisão foi realizada pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), depois de os agentes terem recebido um mandado de prisão preventiva contra o suspeito.

De acordo com a delegada responsável pela operação que ocasionou a prisão, Jeiselaure Rocha de Souza, todos os crimes cometidos foram denunciados por uma das filhas do suspeito, que teria procurado um coordenador da escola onde estuda.

O profissional então pediu que a menina desenhasse o que ela teria presenciado. Ao desenhar, ele teria percebido que se tratava de um crime de violência sexual supostamente praticado pelo pai da menina.

O homem foi conduzido à delegacia e responderá pelo crime de estupro de vulnerável. Ele foi encaminhado para uma unidade penitenciária da região e aguardará o fim do inquérito em regime fechado.

Homem é preso pela Polícia Civil suspeito de dar 40 facadas em sua ex-namorada no RJ

Nesta quarta-feira (14), a Polícia Civil conseguiu prender, no município de Queimados, na Baixada Fluminense, por tentativa de feminicídio contra sua ex-namorada, Anderson Ribeiro da Silva.

De acordo com a Polícia Civil da região, Tayane Mendes Cruz, de 25 anos, teria recebido de Anderson no último dia (03) cerca de 40 facadas pelo corpo, e só não morreu porque foi atendida muito rapidamente por seus familiares e encaminhada para o hospital municipal da região. Segundo relatos, a vítima estava em um salão de beleza fazendo as unhas, quando o suspeito a teria chamado para conversar no portão.

Ao chegar, Tayane foi recebida a facadas sem condições de se defender do agressor que rapidamente teria fugido do local.

De acordo com as investigações, o crime teria sido realizado por conta de ciúmes por parte do suspeito.

Segundo familiares da vítima, Anderson e Tayane moraram juntos por dois anos e teriam se separado há apenas dois meses, mas Anderson não teria aceitado bem essa suposta separação.

Tayane teria sido levada para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, de onde recebeu alta ainda nesta quarta-feira (14).

As investigações foram realizadas com o auxílio da Promotoria do Grupo de Combate ao Femicídio do Ministério Público.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!