Na noite desta quarta-feira, 18, o prefeito do município do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do PMDB, negou que seja homossexual em uma entrevista descontraída dada a um programa de rádio da 'FM O DIA'. O boato é antigo na cidade e não é a primeira vez que o político nega essa informação. A eleitora de Paes disse que votou nele e que tem mais é que fazer obra na cidade, citando as diversas transformações que ocorreram no Rio de Janeiro nos últimos tempos por conta das Olimpíadas.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Em seguida, ela disse que já estava na hora de Paes sair do 'armário'. O prefeito então revelou que não tem interesse sexual por outros homens e que não teria o menor problema em assumir sua sexualidade. 

Comandando uma cidade que está prestes a receber a primeira Olimpíada da América do Sul, Eduardo Paes ainda fez um apelo contra a homofobia, lembrando que o Rio é uma das cidades que mais recebe homossexuais no mundo, justamente porque o acolhimento turístico aqui é muito grande.

"Ódio e preconceito não combinam com o Rio de Janeiro que sempre foi uma cidade aberta. É uma característica do Rio. Uns gostam de funk e outros de samba”, brincou ele ao falar sobre a sexualidade. 

As brincadeiras a respeito do tema não pararam por aí. Eduardo Paes então, que estava ao lado do promoter David Brasil disse que ele seria a sua primeira-dama. A ouvinte, que estaria desempregada, então solicitou a David um emprego na prefeitura. Ela também questionou como o prefeito conseguia 'disfarçar' em um lugar que só tinha homens bonitos, mas não conseguiu deixar o gestor acanhado nas respostas. 

Paes ainda disse que tinha "gosto de pobre" e citou o cantor Zeca Pagodinho para falar sobre essa característica. De acordo com o prefeito, apesar do pagodeiro ser rico, ele gosta de um "cervejinha' e de se reunir com amigos dos "velhos tempos". 

Recentemente, Eduardo entrou nas manchetes do país por conta da queda de uma ciclovia recém-inaugurada e que gerou a morte de cariocas. 

Ouça o áudio com a conversa entre o prefeito e a ouvinte 'saidinha':