O prefeito Eduardo Paes (PMDB) tem a intenção de reabrir a Ciclovia Tim Maia em sua totalidade até a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, em 5 de agosto. Porém, os trabalhos não serão nada fáceis até lá, pois além do prazo curto - faltam 93 dias para as Olimpíadas -, pesa contra a vontade do chefe do Executivo a dificuldade em apontar quem foram os responsáveis pela construção do trecho, já que o consórcio vencedor terceirizou várias partes da obra.

De acordo com o laudo preliminar dos peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), houve falhas graves no projeto estrutural. A principal delas é a de que a estrutura da ciclovia estava solta, e apenas encaixada - em vez de amarrada - nos pilares. "A passarela tem estrutura semelhante a uma passarela comum, sem previsão para aguentar ondas", afirma Moacyr Duarte, especialista em situações de risco.

O documento ainda é considerado como preliminar somente porque não foi anexado oficialmente à investigação.

O presidente do ICCE, Sérgio William, afirma que quatro profissionais trabalharam no laudo, que deve ficar pronto até a próxima sexta-feira (6). O documentodefinitivo será encaminhado para a 15ª Delegacia de Polícia (Gávea), que é a responsável pela investigação do caso. Liu Tsun, chefe de engenharia do instituto, confirmou em entrevista para a TV Globo que havia falta de parafusos e outros materiais na construção, mas isso não seria um fator contribuinte para o desabamento.Em alguns locais,onde deveria ter quatro parafusos, havia apenas dois.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O consórcioContemat/Concrejato disse em notaque está fazendo uma investigação interna e que o ancoramento da pista nos pilares não fazia parte do projeto básico que recebeu da Geo Rio e da prefeitura. Às voltas com possível investigação no STF por suspeita de corrupção na Lava Jato,Eduardo Paes afirmou querer a imediata punição de todos os envolvidos. A Prefeitura do Rio declarou que o projeto básico é apenas uma referência e que estudos mais detalhados deveriam ter sido feitos pelo consórcio vencedor.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo