Nesta quarta-feira, 27, uma manifestação política na cidade de Angra dos Reis deu o que falar. A segunda cidade do estado do Rio de Janeiro a receber a tocha olímpica teve um frisson dos populares. Um vídeo publicado na internet, por exemplo, mostra o momento em que o povo roubou a tocha de uma das pessoas que fazia o revezamento e saiu correndo. Já outro vídeo exibe o instante em que a tocha olímpica é apagada. Centenas de pessoas comemoraram o feito. O Comitê Olímpico apenas confirmou que houve incidentes durante todo o percurso. 

De acordo com diversos meios de comunicação, o protesto não era somente contra os jogos, como também ao fato de uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade ter sido fechada.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Fluminense

Os funcionários públicos do município da região litorânea também estão com salários atrasados, o que causou grande revolta dos moradores da região. Há também a suspensão de serviços com autocarros, mas o prefeito do município teria feito melhorias apenas onde o símbolo olímpico irá passar.

Essa estratégia foi vista em diversas partes do país, já que toda a ação é filmada e exibida em todo o mundo, o que acaba sendo um chamariz político. 

E olha que ainda falta uma semana para a tocha terminar o seu percurso, que acaba no dia 05 de agosto, durante a abertura dos jogos olímpicos, que acontece no Maracanã. Por conta do protesto dos moradores de Angra dos Reis, a Polícia Militar teve que usar bombas de gás e balas de borracha. Já o povo da região revidou com pedras, chutes e muita correria. Felizmente, não há informações sobre feridos. Na manhã do dia 03, a tocha passará pelo município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Hoje ela passou por Volta Redonda e Ilha Grande. 

É preciso lembrar que protestos parecidos foram realizados em todo o Brasil. Muitas pessoas ficaram instigadas em querer apagar o símbolo olímpico.

Os melhores vídeos do dia

Existem até grupos no Facebook que pedem para apagar o acessório que deveriam simbolizar a paz.

Veja o momento em que manifestantes roubam o símbolo da Olimpíada do Rio de Janeiro: