No dia 7 de setembro de 1944, exatamente quando o Brasil comemorava 122 anos de sua independência, era inaugurada no Rio de Janeiro a Avenida Presidente Vargas, projetada pelo próprio Presidente Getúlio Vargas [VIDEO], cuja intenção em construí-la era de melhorar o fluxo do trânsito carioca pela região do Centro.

Na época, o Prefeito do Rio era Henrique Dodsworth, que também foi homenageado com um nome de avenida, que liga o bairro de Copacabana com a Lagoa Rodrigo de Freitas pelo Corte do Cantagalo.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

A obra durou três anos, iniciando-se em 1941, quando exatamente no dia 7 de setembro de 1944, logo após a oficial parada militar comemorativa da Independência do Brasil, Getúlio assinara o decreto oficial de inauguração.

O fim da Praça 11

Com seus quase quatro quilômetros de extensão e oitenta metros de largura, começando na Igreja da Candelária até a Região da Leopoldina, para construi-la foi necessário demolir mais de 900 imóveis, inclusive a Praça 11, região boêmia dos anos 1910 a 1940, conhecida como o "Berço do Samba", praticamente um bairro à parte, que foi parcialmente engolida pela imensa avenida. Os primeiros desfiles das escolas de samba [VIDEO] foram realizados na Praça 11, e logo depois passaram a ser na recém-inaugurada mega-avenida, quando a organização e a grandiosidade do evento passou a ter maiores proporções.

Atualmente é a principal ligação rodoviária entre o Centro da Cidade e as Zonas Norte e Oeste, e vice-versa, com inúmeras opções de transporte público, como as estações de Metrô da Uruguaiana, Presidente Vargas, Central, Praça 11 e Cidade Nova, a Estação Ferroviária Central do Brasil, cujos trens levam à Baixada Fluminense, Zona Oeste e Zona Norte, bem como os ônibus.

Um pequeno trecho do VLT corta a Presidente Vargas, quando o Veículo Leve sobre Trilhos sai da Avenida Rio Branco, rumo à Praça Mauá. Mais de 400 mil veículos circulam diariamente por ela.

Prédios importantes e o desfile

É também aonde encontramos importantes prédios comerciais e sedes de órgãos como o Detran, Eletrobrás, Biblioteca Parque Estadual, O Palácio Duque de Caxias [VIDEO] (antigo Ministério do Exército), A IBM, o Camelódromo, um mundo de restaurantes e agências bancárias. O desfile oficial de 7 de Setembro também é realizado na imensa avenida.

Hoje em dia não há muitos registros de imóveis residenciais na Presidente Vargas, a não ser o famosíssimo edifício "Balança Mas Não Cai", batizado como Prefeito Frontim, construído praticamente na mesma época, em 1945, cujo endereço oficial é na Avenida, no número 2007, e continua firme, sem balançar nem cair, e no final dos anos 1980 foi revitalizado. O prédio até deu nome a um quadro humorístico da Rádio Nacional, que depois foi para a televisão.

Comemoremos, então, mais um aniversário dessa senhora, imponente servidora dos cariocas!