No dia 7 de setembro de 1944, exatamente quando o Brasil comemorava 122 anos de sua independência, era inaugurada no Rio de Janeiro a Avenida Presidente Vargas, projetada pelo próprio Presidente Getúlio Vargas, cuja intenção em construí-la era de melhorar o fluxo do trânsito carioca pela região do Centro.

Na época, o Prefeito do Rio era Henrique Dodsworth, que também foi homenageado com um nome de avenida, que liga o bairro de Copacabana com a Lagoa Rodrigo de Freitas pelo Corte do Cantagalo.

Publicidade
Publicidade

A obra durou três anos, iniciando-se em 1941, quando exatamente no dia 7 de setembro de 1944, logo após a oficial parada militar comemorativa da Independência do Brasil, Getúlio assinara o decreto oficial de inauguração.

O fim da Praça 11

Com seus quase quatro quilômetros de extensão e oitenta metros de largura, começando na Igreja da Candelária até a Região da Leopoldina, para construi-la foi necessário demolir mais de 900 imóveis, inclusive a Praça 11, região boêmia dos anos 1910 a 1940, conhecida como o "Berço do Samba", praticamente um bairro à parte, que foi parcialmente engolida pela imensa avenida.

Publicidade

Os primeiros desfiles das escolas de samba foram realizados na Praça 11, e logo depois passaram a ser na recém-inaugurada mega-avenida, quando a organização e a grandiosidade do evento passou a ter maiores proporções.

Atualmente é a principal ligação rodoviária entre o Centro da Cidade e as Zonas Norte e Oeste, e vice-versa, com inúmeras opções de transporte público, como as estações de Metrô da Uruguaiana, Presidente Vargas, Central, Praça 11 e Cidade Nova, a Estação Ferroviária Central do Brasil, cujos trens levam à Baixada Fluminense, Zona Oeste e Zona Norte, bem como os ônibus.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo

Um pequeno trecho do VLT corta a Presidente Vargas, quando o Veículo Leve sobre Trilhos sai da Avenida Rio Branco, rumo à Praça Mauá. Mais de 400 mil veículos circulam diariamente por ela.

Prédios importantes e o desfile

É também aonde encontramos importantes prédios comerciais e sedes de órgãos como o Detran, Eletrobrás, Biblioteca Parque Estadual, O Palácio Duque de Caxias (antigo Ministério do Exército), A IBM, o Camelódromo, um mundo de restaurantes e agências bancárias.

O desfile oficial de 7 de Setembro também é realizado na imensa avenida.

Hoje em dia não há muitos registros de imóveis residenciais na Presidente Vargas, a não ser o famosíssimo edifício "Balança Mas Não Cai", batizado como Prefeito Frontim, construído praticamente na mesma época, em 1945, cujo endereço oficial é na Avenida, no número 2007, e continua firme, sem balançar nem cair, e no final dos anos 1980 foi revitalizado. O prédio até deu nome a um quadro humorístico da Rádio Nacional, que depois foi para a televisão.

Publicidade

Comemoremos, então, mais um aniversário dessa senhora, imponente servidora dos cariocas!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo