Neste domingo (30), um acidente violento envolvendo dois automóveis deixou quatro pessoas mortas e uma ferida na Avenida Brasil, uma das principais vias do estado do Rio de Janeiro.

Tudo aconteceu por volta das 10h20, na altura de Realengo, sentido zona oeste, quando, segundo relatado por testemunhas, um dos automóveis cruzou a pista contrária da avenida e capotou por cima de outro veículo, arrancando-lhe o teto.

O única pessoa sobrevivente do acidente foi o motorista do automóvel Fieta Sedan que capotou. Gabriel de Barja Martins, de 26 anos de idade, capotou com seu automóvel atravessando a via e caindo por cima de um veículo Toyota Corolla.

Dentro do automóvel Corolla estavam quatro pessoas que morreram na hora, dois dos mortos foram decapitados dentro do veículo.

De acordo com o pai de Gabriel, o filho trabalha como motorista particular e estava indo para o centro da cidade na hora do acidente. As vítimas fatais não foram identificadas pela Polícia Militar, pois logo após o acidente, pessoas teriam roubado os pertences das vítimas de ambos os veículos.

Com o acidente, uma faixa da via sentido Santa Cruz foi completamente interditada pelo Centro de Operações. Também se deslocaram para a área do acidente com a intenção de socorrer o ferido o Corpo de Bombeiros, a CET-Rio trabalhou para manter a organização nas pistas, e também as polícias militares e civis da região, passaram a manhã inteira realizando trabalhos periciais no local.

Os corpos das quatro vítimas fatais permaneceram no local e depois de serem retirados por volta das 12h, a via foi completamente estabelecida, e o caso foi devidamente registrado na delegacia de polícia da região de Realengo.

De acordo com o Controle Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro (CET-Rio), o congestionamento de veículos teria chegado a mais de cinco quilômetros na avenida, próximo a via TransOlímpica, em Deodoro.

Ano passado, outro acidente envolvendo a morte de quatro pessoas também ocorreu na via

No dia 26 de dezembro do ano passado, um outro acidente na via que faz a principal ligação a zona portuária da cidade e também as zonas norte e oeste, quatro pessoas morreram completamente carbonizadas e mais duas se feriram quando um caminhão-reboque teria atravessado a pista e atingido três automóveis, na altura do bairro de Cordovil.

Além disso, inúmeros acidentes ocorrem na via diariamente e são registrados pela CET-Rio.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!