A volta para casa do paulistano nesta terça-feira (22) está sendo mais complicada que o habitual. As fortes chuvas que caíram na cidade de São Paulo durante a tarde provocaram o transbordamento do Córrego Ipiranga por volta das 18h10, deixando muitos veículos submersos. A Sala de Imprensa do Corpo de Bombeiros (Cobom) noticiou que houve um grande número de chamados de pessoas ilhadas em veículos na Zona Sul da cidade.

Existe uma grande dificuldade dechegar aos locais e atender todos os chamados.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), as zonas Leste, Norte e oCentro, bem como as marginais Tietê e Pinheiros são as regiões com os maiores riscos de alagamentos. Porém a chuva está espalhada por toda região metropolitana.

O metrô teve sua velocidade alteradaem diferentes pontos. Alinha 2-Verde, teve redução de velocidade entre as estações Alto do Ipiranga e Chácara Klabin, a linha 3-Vermelha, entre as estações Corinthians-Itaquera e Sé, e a linha 5-Lilás, entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro.

Cabe ainda lembrar que os trens da CPTM na Estação da Luz não voltaram a operar, devido ao incêndio que atingiu o Museu da Língua Portuguesa ontem, segunda-feira (21). O metrô continua operandonormalmente.

Atualização

Por volta das 19h10 os principais pontos de atenção segundo o CGE tinham mudado de lugar, deslocando-separa a Zona Oeste, que ontem já havia presenciado a formação da montanha de carros na Vila Madalena.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Natureza Opinião

Segundo o órgão, aZona Oeste e a Zona Sul seriam as regiões que demandariam os maiores cuidados no princípio da noite.

Para os próximos dias a previsão do CGE é de que o quadro metereológico se repita. As temperaturas devem oscilar entre 20ºC e 33ºC, com nuvens se formando ao longo da tarde e ocasionando pancadas de chuva no início da noite.

As pancadas de chuva não são novidade, ocorrem todos os anos durante os dias mais quentes e após tanto se falar em seca e desabastecimento de água, eram até esperadas.

No entanto, a falta de infraestrutura da cidade continua sendo um problema crítico não apenas em São Paulo, mas em todo o país.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo