Vereadores aprovaram hoje, 22 de dezembro, último dia antes do recesso, o projeto que libera a utilização do aplicativo Uber para transporte particular na cidade em primeira votação e aguarda sanção do prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT).

Texto solicita que alguns critérios devem ser seguidos para a regulamentação do serviço como, cadastro na prefeitura das empresas intermediadoras entre motoristas e passageiros, lista dos motoristas, atestados de antecedentes criminais , além de se adiantar a respeito de carros que futuramente operarão sem um condutor.

Para a aprovação definitiva, o texto ainda deve ser votado por uma segunda vez na câmara antes de passar pela aprovação do prefeito Fernando Haddad. A votação deverá serrealizada somente no início do próximo ano e há expectativas para que a prefeitura se pronuncie sobre as regras para utilização do serviço de compartilhamento de carros ainda no primeiro semestre de 2016.

O Uber é uma empresa americana que atua no país desde 2014 e o propósito do serviço é oferecer transporte seguro e confortável a usuários do aplicativo.

A empresa oferece dois tipos de serviços, o Uber Black e o Uber X.

No primeiro, mais caro, os carros devem ser sedãs pretos com no máximo três anos de uso, o motorista deve abrir a porta para o passageiro no início e no fim da viagem, manter sempre com o ar condicionado ligado e ter à disposição do cliente água e balas, sem taxas adicionais.

No segundo, o serviço é mais barato e o carro pode ser de um padrão mais baixo, como por exemplo um crossfox.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

O pagamento é realizado por cartão de crédito cadastrado no aplicativo.

Para os taxistas, o serviço deve ser banido, pois não possui uma lei específica e seus motoristas não são obrigados as mesmas regulamentações que as previstas para eles.

Em contrapartida, os motoristas da empresa seguem as regras criadas por ela mesma, como a carteira de motorista com licença para exercer atividade remunerada, seguro que cubra o passageiro, exigência de carros seminovos, atestado de antecedentes criminais.

Os usuários do aplicativo ainda podem avaliar o motorista no final da corrida; profissionais avaliados com menos de quatro estrelas são proibidos de operar os carros da empresa.

Com a concorrência os motoristas de táxi terão que repensar se os serviços prestadosatingem à expectativas do usuário, caso contrário terão que se readequar e oferecer um serviço de excelência a seus clientes.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo