O relógio marcava 14h43 quando um trem do metrô se aproxima da plataforma da estação Conceição – linha 1 – Azul, que liga o Jabaquara, na zonal sul, a Tucuruvi, na zona norte, para onde o trem estava indo. Em um instante, de forma muita rápida, uma mulher é empurrada na frente da composição, que não para e passa por cima da pessoa.

Por um milagre, a Mulher empurrada caiu no vão que separam os trilhos e não chegou a ser atropelada pela composição.

Rapidamente, a equipe de trabalho do metrô entrou em ação.

O primeiro passo foi desligar a energia da estação para evitar que a vítima recebesse um choque fatal. O segundo passo foi resgatá-la. Ela foi encaminhada ao Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro de Saboya, no Jabaquara.

De acordo com o site R7, a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde, a vítima foi atendida e está em observação.

Para garantir a privacidade da mulher, sua identidade e detalhes de seu estado de saúde não foram revelados.

O agressor foi detido pelos seguranças do metrô e encaminhado à Delegacia do Metropolitano (Delpom), onde o caso será investigado. As imagens do circuito interno do Metrô mostram todos os detalhes do ocorrido.

Detalhes

Como poucas informações foram divulgadas, ainda não se sabe se o homem e a mulher eram um casal e, durante uma discussão mais ríspida, a mulher acabou agredida e quase morta.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mulher

Há também a hipótese de que ele tenha atacado a primeira pessoa que viu pela frente. A primeira hipótese, porém, tem mais força e tudo indica que era um casal de namorados discutindo.

Choque

Para que os trens circulem sobre os trilhos, há um item chamado terceiro trilho, que é responsável por energizar a linha e mover a locomotiva. São cerca de 750 volts, suficientes para fazer qualquer virar um churrasquinho.

A energia, porém, só passa pelos trilhos com a composição chega à estação. Se uma pessoa tocar nos trilhos quando a plataforma está vazia, nada vai acontecer. Mas se fizer isso durante a chegada do trem, morrerá na hora.

No caso da mulher, ela caiu no meio dos trilhos e não tocou em nenhum deles, por isso sobreviveu. Além disso, o terceiro trilho fica do lado oposto ao da plataforma.

A vítima da violência na estação Conceição pode dizer que nasceu de novo.

Centímetros fizeram a diferença para que ela estivesse viva neste momento. A velocidade dos funcionários do metrô também colaborou para que a mulher sobrevivesse.

Assista ao vídeo:

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo