Mais uma triste e revoltante notícia sobre abuso sexual envolvendo padrasto e enteada. Mas, dessa vez, a mãe da vítima sabia de tudo e ficou calada. Uma menina de 16 anos de idade estava sendo estuprada pelo padrasto desde os 13 anos na cidade de Paulínia, interior de São Paulo. A vítima não podia contar com a mãe que, temendo perder o marido, fingia que tudo estava bem. A filha confidenciou o caso a um pastor evangélico que procurou as autoridades. Mãe e padrasto foram presos por estupro nesta quarta-feira (16), pela Polícia Civil, e confessaram o crime.

Edilson José de Souza e Pedrina Linvalda de Oliveira são casados há seis anos. Quando decidiram unir-se em matrimônio, Pedrina já tinha uma filha, fruto de outro relacionamento. Mãe filha são piauienses, nascidas na zona rural do município de Campo Grande do Piauí. A menina havia acabado de completar 10 anos de vida. Formava-se, naquele momento, uma família aparentemente feliz. Mas, essa felicidade não durou muito tempo.

De acordo com a polícia, assim que a menina completou 13 anos, o padrasto começou a abusar sexualmente dela.

A mãe teria descoberto o crime, mas optou por silenciar-se com medo de perder o marido. A vítima, então, não podia contar com a própria mãe.

A família frequentava uma igreja em Paulínia e foi com o pastor dessa igreja que a adolescente conseguiu ajuda. Em depoimento prestado à polícia, o pastor disse que a menina procurou e contou todas as barbaridades que estariam sendo cometidas. Contou ainda que a mãe sabia de tudo. O pastor gravou todas as conversas que teve com a adolescente e conseguiu convencer a vítima a procurar a polícia e denunciar os abusos.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia Curiosidades

A mãe confessou às autoridades policiais que tinha conhecimento do fato e, inclusive coagia a vítima a não denunciar. Se condenado, o casal pode pegar até 15 anos de prisão.

Também nessa quarta-feira (16), um músico foi preso suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos de idade em Jundiaí, no estado de São Paulo. O crime aconteceu em abril deste ano quando a criança foi passar o fim de semana na casa de uma amiga, que é filha do acusado. De acordo com a Polícia Civil, a vítima contou aos pais o que havia acontecido.

Os pais levaram a filha a um hospital onde ela recebeu atendimento médico. A menina foi submetida a exame de corpo de delito que comprovou o abuso sexual. O músico foi preso e encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo