O desabafo de uma mãe desesperada chamou a atenção da mídia nos últimos dias. A mulher ficou chocada ao encontrar fotos pornográficas das suas filhas no telefone celular do companheiro. O caso veio à tona na terça-feira, dia 29 de maio, quando a mulher denunciou o pedreiro de 43 anos. O suspeito foi preso em flagrante sob a acusação de ter violentado as enteadas de 9 e 10 anos. O fato aconteceu em Pariquera-Açu, cidade localizada na região do Vale do Ribeira, interior do estado de São Paulo.

O casal teria se desentendido por causa de uma suposta traição do pedreiro.

A esposa, desconfiada do suposto relacionamento extraconjugal, resolveu verificar o celular do companheiro, quando achou uma fotografia da filha de 10 anos totalmente sem roupa.

Porém, o maior choque aconteceu quando a mulher decidiu olhar na lixeira. Foi quando ela percebeu que as filhas estavam sendo abusadas desde o princípio do ano.

A mãe das crianças abriu o coração em uma entrevista ao G1 e relatou tudo que sentiu quando descobriu os abusos. A mulher conta que ficou muito nervosa e sentiu nojo, e que não pensou duas vezes para denunciar a atrocidade cometida pelo marido.

Ela ainda contou que nem teve coragem de entrar na sua casa e logo chamou a Polícia. De acordo com seu relato, o companheiro não tinha nenhum comportamento estranho e por isso nunca despertou qualquer desconfiança. As crianças nunca contaram nada, pois eram ameaçadas pelo abusador.

Entenda o caso

O homem foi denunciado na noite da última terça-feira (29). Assim que descobriu os abusos sofridos pelas meninas, a mãe das vítimas logo acionou os policias para que tomassem as devidas providências. No telefone do companheiro, a mulher encontrou fotos das filhas nuas, nas quais o homem também aparecia.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

De acordo com informações dos policiais, as imagens do telefone não deixam nenhuma dúvida quanto às acusações. O homem aproveitava quando as meninas dormiam para praticar os abusos e fotografar a situação.

Ainda segundo a Polícia, no dia em que foi denunciado o abuso, uma das meninas relatou que depois que saiu da escola, o padrasto teria passado a mão em sua genitália. As vítimas, a mãe e o suspeito do abuso foram levados para a delegacia da cidade. Fábio Maia, o delegado que estava de plantão, pegou o depoimento dos envolvidos e efetuou a prisão em flagrante do suspeito.

O pedreiro foi detido, acusado de estupro de vulnerável.

Além da acusação de estupro, o meliante vai responder por infringir dois artigos do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, o armazenamento de fotografias pornográficas de menores e também acariciar a região íntima das garotas. Todos os crimes cometidos pelo pedreiro são inafiançáveis.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo