Se for observada a escalada de acontecimentos perturbadores que causam apreensão no país e a incerteza quanto o emprego dos brasileiros, o Brasil de depara com um imenso e inquietante ponto de interrogação. Diante disso, é possível dividir algumas conclusões, mais baseadas em pontos-de-vista do senso comum do que em análises especializadas, algumas delas bastante alarmantes e outras visivelmente comprometidas com determinadas cores partidárias, bem como se pode trocar idéias sobre alternativas que possam ser aplicadas para enfrentar os problemas atuais do país.

Dilma? Parece que a presidente está decidida a não bloquear toda essa investigação, mesmo com todos os aliados lhe puxando o tapete. Impeachment? Não é provável que aconteça, pois, se a conduta de Dilma Rousseff tivesse ações a ser pegas por esse 'tsunami', tentaria ficar a salvo. Protestos? Viraram paixão nacional, entretanto, como outros modismos, vão se repetir, se repetir e cansar.

Lava-jato?

Vai prosseguir, pegar 'peixe grande' e 'peixe pequeno'. Mesmo correndo para a impunidade, os ex-presidiários vão voltar para casa chamuscados. Corrupção? Existe desde que começaram a escrever a Bíblia. O Brasil pode ser bom em muita coisa, mas nesse 'esporte' é apenas um dos mais em evidência no momento. Corrupção é "fichinha"(bobagem) perto de genocídios, terrorismo e chacinas que já ocorreram.

Inflação?

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo

Está ai para ficar e é como gripe: não mata, mas maltrata. Alta nos combustíveis, na conta de luz, alimentos? Tem como controlar, basta manter a humildade de conviver com a nova realidade.

Petrobras? Ninguém imagina o tamanho dessa gigante mundial. Estes escândalos sequer arranham seu patrimônio. Muitos acreditam, sim, que há uma orquestração para colocá-la em posição, que permita que suas ações fiquem ao alcance da especulação internacional.

Este é um momento ótimo para "fazer uma fezinha" (especular) na Petrobras. Quem comprar nessa baixa pode esperar ser guindado na alta e isto tem muitas possibilidades de acontecer.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo