O ex-presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, deve ser mesmo "o cara". Isso porque, ele pegou projetos que já existiam, como: 'bolsa escola', 'auxilio gás' e 'bolsa alimentação' (criados ainda no governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso), criou vários ministérios, uniu tudo isso e chamou de 'bolsa família'. Seu governo, e partido, fez uma propaganda maçante sobre esse projeto "desenvolvido por ele" e criou uma ótima forma de comprar votos.

A mesma esquerda, que criticava o 'bolsa alimentação' no passado, agora apoia programas assistencialistas desse tipo. Não se trata de uma defesa ao ex-presidente FHC, pois, na balança, são "farinha do mesmo saco". "Esquerda" ou "direita"? Em época de eleição, todo mundo é centro!

Tanto o Lula (2003-2010) quanto a Dilma (2011 até, pelo menos, 2018), fizeram o Brasil crescer em vários setores, mas a população também cresceu, e isso tem impacto significativo na economia do país.

A economia interna deve ser outra. O mundo também mudou, e a função de um governo é ser, no mínimo, melhor do que o anterior. No momento de crise econômica que atinge o país atualmente, a melhora é ainda mais necessária.

Além de tudo isso, o que mais impressiona é como o ex-presidente Lula conseguiu transformar a corrupção em algo ainda mais aceitável no Brasil. Algumas vezes, o cenário atual do país ainda reflete o da época do Ademar de Barros, porque o lema "Rouba, mas faz!" ainda hoje parece algo comum e compreensível para determinados brasileiros.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula PT

É necessário, e importante, deixar claro que ninguém é de "direita" somente por estar criticando a "esquerda", da mesma forma que não se torna "esquerda" quem também critica os erros que a "direita" comete no Brasil. O mundo não é esse maniqueísmo todo como alguns pensam que é. A crítica atual ao PT, deve ser única e, exclusivamente, pelo fato dele ser o partido do atual governo.

Ideologias políticas à parte, o certo mesmo é que: lugar de corrupto é na cadeia e não no governo, independentemente de partido político.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo