Fazer um ato público em um lugar aberto, de forma a demonstrar sua insatisfação com um grupo político ou com o Governo.Sim é válido, pela constituição desde que pacífico e com legitimidade popular. Um ato público em frente a uma comemoração particular, onde os convidados estão se apresentando, e manifestantes insultam e desrespeitam as figuras públicas presentes no lugar, pode não ser.

Perseguição com insultos à representantes do povo, se viciosa e contínua pode caracterizar crime de desrespeito, perseguição e ameaça à figura pública.

Fazer apologia à ditadura militar, sem se tocar que só a presidente pode ordenar em emergência os militares assumirem, observando que caso estivéssemos em uma ditadura teriam voz de prisão decretada imediatamente, ao encarar a representante da Presidência da República com dizeres brutos e pesados, nada respeitosos, já que o direito a liberdade de expressão difere do abuso de expressão de forma a ferir a figura pública intencional e contundentemente, ou mesmo fazer apologia a quebra de hierarquia pelas forças armadas, o que pode configurar apologia ao crime e golpe contra a democracia.

O governo é eleito democraticamente, e há ainda quem defenda o uso da turba revoltosa, que está irritada, até com razão, por causa de erros cometidos não por um ou outro, e sim em massa e que se espalhou por todo território nacional, já que a quantidade de escândalos públicos, verdades, meias verdades e mentiras, numa chuva de manobras de manipulação de opinião pública, vem ocorrendo já Há lgum tempo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Política

Logo após o Brasil se tornar um dos países mais economicamente estáveis,e a Petrobrás se tornar praticamente a maior empresa petrolífera de economia mista do mundo,o Brasil mexeu com o ego coletivo de alguns governos externos. Estes não mais poderão manter seu modelo viciado neo-colonialista.

Uma das formas utilizadas para abrir uma economia e submetê-la a força, é a "Doutrina do Choque", tais táticas, são mencionadas por Naomi Klein, em um estudo sobre o Capitalismo do Desastre, onde se criam Guerras e se aproveitam de desastres naturais, para alavancar corporações e grandes fortunas.

A situação chegou a tal ponto que políticos americanos vieram ao Brasil verificar como foram feitas as soluções para ajudar a população carente, que hoje lá nos EUA, chegam a aproximadamente 80% da população. 

Se o Governo Brasileiro e nossas soluções fossem tão ruins, não se exportariam estas, e se a origem de parte do dinheiro que está patrocinando os odiosos vem mesmo de fora, é bom ficar de olho.

No lugar de investirem no reaquecimento da economia, investem nos desastres econômicos e fazem o possível para que isto ocorra, se mantendo no poder de forma desumana e desonesta, com o Brasil já quase entrando sob a "doutrina de choque". 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo