Já todos sabem da triste notícia do falecimento do cantor sertanejo Cristiano Araújo, uma das vozes mais promissoras da atualidade, que ocorreu nessa quarta feira (24), devido a um terrível acidente de carro. Também faleceu a sua namorada, Allana Moraes, que o acompanhava após um show em Itumbiara.

Sua voz ecoava em todas as rádios, TV's e redes sociais, agradando a gregos e troianos, pela sua versatilidade e profundidade nas suas letras.

De caráter simples e meigo, Cristiano Araújo conquistou o mundo.

Infelizmente, partiu mais cedo do que se esperava e muitos lamentam o ocorrido, desejando que, onde quer que esteja, que esteja bem e num lugar melhor. É necessário que se frise bem "lugar melhor", pois, pela enorme contribuição que deixou ao mundo, alguns (ou muitos) não souberam retribuir-lhe à altura. Pelo contrário, levaram a cabo um escândalo social que deixa transparecer a deficiência moral existente no planeta, fazendo uso da sua imagem da pior forma possível.

Após o acidente, vazaram na Internet fotos e vídeos do preparo do corpo para a cerimônia fúnebre, feito por dois funcionários da clínica Oeste, em Goiânia. O vídeo mostra claramente os funcionários realizando a necrópsia do corpo do cantor, demonstrando total desrespeito e imoralidade.

Os funcionários foram indiciados pela Polícia Civil de Goiás por vilipêndio de cadáver, que consta no art.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

212 do Código Penal, podendo acarretar prisão de um a três anos.

Segundo William Fabian, Juiz da 3ª Vara de Família e Sucessões do Tribunal de Justiça de Goiás, os indiciados agiram em desrespeito ao luto dos familiares do cantor e da namorada, indo contra o direito constitucional da intimidade, previsto no art. 5º, inciso X da Constituição Federal Brasileira.

As fotos e os vídeos proliferaram nas mídias sociais de forma tal, que custa a crer que ainda haja algum sentimento de solidariedade e amor no mundo.

O desrespeito foi generalizado, abrangendo os autores das mídias, os administradores das redes sociais, nomeadamente Google, Facebook e Youtube, e os usuários dos mesmos.

Foi determinado pela justiça a retirada das fotos e dos vídeos das redes sociais Google e Facebook, mas ainda estão disponíveis no Youtube. Tendo em conta a rapidez e insensatez que viraliza, hoje, as redes sociais, será muito difícil proceder à retirada completa do material.

Resta somente um resquício de esperança na humanidade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo