De acordo com relatórios da ONU, a cada 3 segundos uma pessoa morre no mundo por causa da fome, e os cálculos se desenvolvem mostrando um resultado inacreditável, são 20 vítimas por minuto, 1.200 por hora e 28.800 por dia. Em contra partida, mais de 1 bilhão de toneladas de comida é desperdiçada no Mundo, essa quantidade equivale a 1/3 de todos os mantimentos produzidos anualmente no planeta Terra.

A inanição não é apenas um problema da África, pois a América Latina também sofre com a fome em muitos de seus países, entres eles, o Brasil.

A escassez e o desperdício

O capitalismo sempre se fundamentou na filosofia do lucro, no entanto, do outro lado da corda estão os que não possuem poder aquisitivo nesse sistema, e são simplesmente esquecidos. De um lado, parece ter suplementos em abundância para todos, basta ter a moeda de troca (dinheiro), e a pessoa (consumidor) terá tudo aquilo que necessita.

Porém, basta um olhar mais centrado para ser perceber que isso não é para todos, já que, do outro lado, mais de 10 milhões de pessoas morrem anualmente de fome no mundo, e nada é feito para poder baixar esse número exorbitante.

Os bens essenciais

Não existe vida sem água, sem comida, sem ar puro, e sem outras a preservação de outros bens naturais e humanos. Entretanto, as pessoas são "educadas", sobretudo, pelamídia, para se tornarem consumidoras, e compraremo carro do ano, o celular da moda, além de buscar o corpo cultuado, dentre outras "necessidades". Enquanto isso, o mundo pede socorro ao redor do globo terrestre.

Nem tanto ao céu, nem tanto a terra

Não existe proibições em um mundo harmônico, nem imposições ditatoriais, o que existe é a pura universalidade entre os humanos e o respeito seria o primeiro mandamento da boa convivência.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Educação

Não se pode mais viver em um mundo onde a paz parece ser apenas um sonho distante e vago.

Não se pode mais permitir que tantas pessoas morram e se tornem apenas um número de uma estatística aterrorizante, e que nada seja feito para mudar essa situação.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo